Cuiabá, Quarta-feira 20/02/2019

Gastronomia - A | + A

24.01.2019 | 08h00

Tão antigo ,tão gostoso e tão charmoso!

Facebook Print google plus

Gastronomia

Divulgação

Divulgação

Com centenas de variações e de sabores, o queijo é consumido há milênios nos 4 cantos do mundo. Degustado nas mais variadas maneiras, é largamente saboreado desde o cantar de um matuto galo numa bucólica cidadezinha do interior do país às mais tradicionais e refinadas queijarias do continente europeu, onde, segundo especialistas no assunto, se encontram os melhores queijos do mundo, consagrados mundialmente. Só na França, garantem os especialistas, existem pelo menos 400 tipos diferentes de queijos!

 

Uma coisa é certa, como produto ou como ingrediente para elaboração de diferentes pratos culinários, ele é sucesso nas cozinhas e nas mesas mais inusitadas desse mundo. Com toda certeza, para se fazer bons queijos, além da qualidade do leite utilizado e do tempo de maturação são necessários anos de experiência. Sem contar o conhecimento e os segredos de família, repassados de geração a geração.

E vale ressaltar que queijos são ricos em proteínas, vitaminas, minerais, proteínas, além de uma quantidade importante de micronutrientes, principalmente o cálcio, além das vitaminas A, B2 e B12 e minerais, como o zinco e o selênio.

 

Não importa onde esteja, quem resiste ao cheirinho de uma boa torra de café coado e servido na hora, ou a uma boa taça de vinho, acompanhado por uma generosa fatia de queijo artesanal e de quebra um bom dedo de prosa?
Se você se enquadra nesse perfil, que tal utilizá-lo como ingrediente em seus próximos pratos? 

 

Reza a lenda

Conta-se que o primeiro queijo teria sido obtido acidentalmente por um mercador árabe que, ao sair para cavalgar por uma região montanhosa, sobre o sol escaldante, levou uma bolsa cheia de leite de cabra para matar a sede. Depois de um dia inteiro de galopes, o árabe, com sede, pegou seu cantil e deparou-se com uma grande surpresa, o leite havia se separado em duas partes: um líquido fino e esbranquiçado, o soro, e uma porção sólida, o queijo.

 

Harmonizando queijos e vinhos 

* Queijo Brie com geleia de morango + espumante Louis Bouillot
O espumante tem boa acidez, aroma e sabor de frutas vermelhas, por isso essa harmonização é perfeita. A combinação harmoniza muito bem com a gordura do queijo.

 

* Queijo Gorgonzola ou Roquefort + Calyptra Sol Vita Late Harvest

Essa combinação é bastante interessante, porque o Calyptra é um vinho bem licoroso e com alta acidez. O amargor desses dois tipos de queijo harmoniza com o doce do vinho, que tem uma textura mais sedosa.

 

*Queijo Minas curado + Dark Horse Pinot Noir 2016

Essa harmonização é muito boa, porque a uva utilizada para fazer esse vinho tinto é a pinot noir, que é bastante leve e de sabor frutado. Logo, a leveza do vinho combina perfeitamente com a leveza do queijo

(Por sommelier da Wine)

 

João Vieira

Queijo

 

Queijos pela Europa 

 

Rússia
No norte desta nação existe um lugar chamado Circassiano que também da o nome ao queijo Circassiano. Ele pode ser preparado com leite de ovelha ou de cabra, bem suave, podendo esfarinhar na mão.

 

Polônia

Na Polônia é fabricado um queijo feito exclusivamente com leite de ovelha conhecido como Queijo Oscypek ­ um produto salgado e não pasteurizado. Normalmente, ele é defumado, mas podendo ser achado natural.

 

Hungria

Já na Hungria eles fabricam um queijo bem diferente, aliás, não é bem um queijo e sim uma pasta condimentada a base de queijo de ovelha.Trata-se do Queijo Liptauer que pode ser servido barrado numa fatia de pão, em bolachas, como recheio de tomates, pimentos ou ovos cozidos.

 

Áustria

Para quem deseja conhecer a Áustria, fique sabendo que lá não é só a terra do músico Mozart ou do psicanalista Freud, mas também de um dos queijos mais saborosos do mundo, o Bergkase, ou queijo da montanha. Essa delícia é o conjunto de 7 queijos com sabor forte, toque de nozes, podendo apresentar pequenos buracos e textura sólida

 

Bélgica

Se você for até a Bélgica terra dos waffles mais gostosos do mundo, não pode deixar de experimentar o queijo mais popular do país, o passendale. Macio feito à base de leite de vaca, sendo da cidade do mesmo nome em Flandres. Tem formato arredondado e casca com consistência firme, amarronzada com pontos brancos. O interior é dourado, com pequenos orifícios e muito cremoso. Tem um buquê levemente doce e sabor suave.

 

Suécia

Conhecido como queijos das mansões, o Herrgardsost é originário do centro e sul da Suécia, sendo um queijo de consistência dura, do tipo Emmental, feito de leite de vaca. Sua produção deu inicio no final do século XX conquistando todo o país. Suas peças são cilíndricas com 40 cm de diâmetro e 12 de altura, podendo chegar a pesar 14 kg.

 

Grécia

Para quem vai conhecer as ilhas gregas o queijo Feta é o mais vendido na Grécia. O Feta é um queijo branco curado e salgado com pequenos buracos e sem casca, produzido com 70% de leite de ovelha e 30% de leite de cabra.

 

Espanha

O queijo Majorero é produzido com leite de cabra na ilha de Fuerteventura do arquipélago das Canárias. É de cor branca, textura um pouco viscosa, sabor ácido, amanteigado com um toque de nozes, sendo comercializado em grandes peças de formato cilíndrico.Existem três tipos de Majorero: com a casca besuntada de óleo, com a casca esfregada com pimenta e com a casca esfregada com ‘gofio’, espécie de farinha de milho torrada.

 

Portugal

Um dos mais antigos queijos portugueses, o Serra da Estrela cé o mais afamado queijo de ovelha do mundo. Para atingir a qualidade desejada, é necessária ser feita sempre a mesma ordenha, com uma fabricação seguindo a tradição há centenas de anos. Vulgarmente chamado Queijo da Serra, um queijo curado, com pasta semi-mole, amanteigada de cor branca ou amarelada.

 

Alemanha
O país também tem queijos de tirar o chapéu. Um destes queijos é o Limburger, feito de leite de vaca pasteurizado, com um teor de gordura entre 20% a 60%. Conhecido por ter um odor bastante forte, o Limburger mantem um sabor variando entre o suave e o picante. Quando jovem o queijo é duro, mas após três meses de maturação torna-se mole como um patê, que pode ser passado em torradas e pães.

 

Suíça

O tradicional queijo Emmental originário de Bern tem a cor é amarelada, com uma casca escovada e dura, consistência média e com buracos internos. A base de leite vaca, este queijo tem a sua pasta cozida e prensada.

Itália
O país tem um dos queijos mais premiados do mundo, seu nome é o queijo Parmiggiano. Trata-se de queijos frutados, de sabor diferenciado que deve ser maturado pelo menos 12 meses e chegando até a 4 anos, o que melhora a sua qualidade. A casca é tratada com negro de fumo misturado com vinho e fica muito dura. Tem cor amarelo forte, textura lisa, grossa e normalmente oleosa. Não pode ser consumida. O Grana Padano tem sabor adocicado de frutas frescas (lembrando abacaxi). A parte interna do queijo deve ter uma cor amarelo-claro com textura dura, e produzido a base de leite cru de vaca.

 

França 

No caminhar de muitos séculos, vários tipos de queijos franceses ganharam fama. Um destes queijos é o lendário Roquefort, a base de leite de ovelhase o outro é o Camembert, pasta mole, originário da Normandia, noroeste do país. Sua fabricação é à base de leite de vaca, com uma fina crosta branco. O queijo jovem, com cerca de 30 dias de fabricação, apresenta um sabor suave, ligeiramente acidulado, com um “coração” (centro da massa) de textura pouco firme, que se modifica à medida que se aproxima da crosta. Passado cerca de 50 dias de fabricado, o queijo alcança uma maturidade e uma personalidade, com sabor e aroma mais pronunciados, adquirindo uma textura fina e fundente.

 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Abriria mão de direitos como 13º e FGTS por uma remuneração maior?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 20/02/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,30 0,27%

Algodão R$ 93,98 -1,97%

Boi a Vista R$ 135,83 0,00%

Soja Disponível R$ 68,10 0,59%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.