Cuiabá, Segunda-feira 25/03/2019

Meu Bicho e Eu - A | + A

01.09.2018 | 00h05

10 doenças que os animais podem transmitir para os humanos

Facebook Print google plus

Companhia, diversão, aprendizado, amor. Não há como negar, ter um bicho de estimação em casa como um gato ou um cachorro, oferece muitos pontos positivos.

Angélica Oliveira de Almeida, médica veterinária, explica que cães, gatos, pássaros, roedores e até animais silvestres (autorizados pelo Ibama) podem ser criados em casa. “Mas antes a pessoa precisa pensar se sua casa possui estrutura física e familiar para receber esse animal”.

Além disso, vale ressaltar, são as consultas regulares com o médico veterinário que evitarão que o animal de estimação possa pegar alguma doença e transmitir aos seus donos. Abaixo você conhece algumas delas.

10 doenças transmitidas por animais de estimação e como evitá-las

#1 Micoses

Alguns tipos de fungos são os causadores de micoses, tanto nas pessoas como nos animais. Eles podem viver no solo, nas plantas ou na pele. Mesmo sendo facilmente encontrados, só irão causar micoses na presença de condições especiais, como baixa resistência do organismo.

Como evitar?
De acordo com Angélica, a melhor maneira de evitar esse tipo de problema é não deixar que o animal vá para a rua sozinho e assim tenha contato com outros animais que podem estar doentes. “Os passeios devem ser sempre com a supervisão dos proprietários”, destaca.
Quando o animal apresentar qualquer sinal de doença é fundamental levá-lo o quanto antes ao veterinário. Outra dica importante é sempre lavar bem as mãos após brincar com seu animal de estimação.

#2 Verminoses

Até mesmo os animais bem cuidados estão expostos à contaminação de vermes. Especialmente os filhotes. Eles podem adquiri-los já na hora do parto ou no momento de mamar. Além disso, os vermes podem ser transmitidos através do ar, da água, dos alimentos e até mesmo dos passeios pelas ruas.

Como evitar?
Angélica diz que a maioria das contaminações ocorre devido à falta de higiene, contato com fezes, sem as devidas precauções, ingestão de alimentos contaminados. “As principais medidas para evitar o problema são: higiene e manter seus animais livre de parasitas, a vermifugação periódica evita infestação”, destaca.

#3 Doença da Arranhadura do Gato

Esta é uma doença causada por uma bactéria que pode estar presente nas unhas e saliva de gatos. Tal bactéria é transmitida para o gato pela pulga. É uma doença difícil de ser diagnosticada, pois os gatos não apresentam sinais e as pessoas não associam a doença com essa exposição.

Como evitar?
A melhor forma de evitar é buscar orientações do médico veterinário para saber como cuidar do animal que escolheu como companhia.

#4 Raiva

Raiva é uma zoonose causada por um vírus, causador de uma doença extremamente letal, muito grave. É transmitida ao ser humano pelo contato com a saliva do animal contaminado por mordedura, lambidas em feridas, mucosas ou qualquer pequeno arranhão.

Como evitar?
Giovana destaca que a vacina protege muito bem contra a contaminação. “Assim, todos os cães e gatos, independentemente de onde vivem, devem ser vacinados anualmente contra a raiva”, diz.

#5 Leptospirose

Leptospirose é uma zoonose muito grave transmitida por bactéria presente na água ou alimentos contaminados pela urina de animais doentes. “Nas cidades, o principal disseminador dessa doença é o rato, por isso é tão importante não entrar em contato com água de enchentes”, diz.
Cães contaminados também podem transmitir a doença para outros animais e para os seres humanos.

Como evitar?
Os cães que vivem em áreas de risco devem receber a vacina contra Leptospirose a cada seis meses.

Participe do #MeuBichoeEu #GazetaDigital Mande sua foto no whats (65) 9.9987-2065 

#6 Tuberculose aviária

Tuberculose aviária é uma doença infectocontagiosa provocada por uma bactéria que pode sobreviver por longos períodos de tempo em condições adversas. A ave se infecta quando entra em contato com água, alimentos e fezes contaminadas. Além de aves, porcos e bovinos e seres humanos podem se contaminar.

Como evitar?
Como todas as zoonoses, destaca Giovana, a melhor forma de prevenção é manter o animal que vive em casa saudável. Para isso, é fundamental que o proprietário de uma ave leve o animal a um médico veterinário capacitado para o atendimento dessa espécie (Médico Veterinário de Animais Silvestres e Selvagens).

#7 Coriomeningite linfocítica

Esta é uma doença viral, que acomete ratos e hamsters, que transmitem o vírus pela urina. “Muitas vezes o animal encontra-se bem, como se estivesse saudável, mas está eliminando o vírus pela urina”, diz Giovana. A profissional explica que esta também é uma zoonose (doença que pode ser transmitida entre os animais e o homem), causando sinais de gripe até meningite.

Como evitar?
Consulte um médico veterinário antes de adquirir um anima. Muitas vezes serão solicitados exames que podem identificar como está o estado de saúde geral do animal.

#8 Salmonelose

Esta é uma enfermidade causada por bactérias do gênero Salmonella, que acometem diversas espécies de animais e o homem. Os répteis são os maiores reservatórios da salmonela e podem ocasionalmente transmiti-la aos seres humanos.

Como evitar?
Alguns cuidados devem ser tomados como lavar as mãos depois de manipular esses animais, não manipular esses animais em ambientes de uso comunitário como banheiro, cozinha.

#9 Psitacose

Esta é uma doença infecciosa causada por bactérias que infectam geralmente os psitacídeos (papagaios, araras, periquitos etc.), podendo eventualmente infectar o homem quando ele entra em contato com animais portadores ou ainda com secreções dos mesmos.

Como evitar?
De acordo com a veterinária, o ambiente em que o animal vive deve ser mantido limpo. Animais novos ou suspeitos devem ficar de quarentena, devem ser bem alimentados e os cuidados devem ser redobrados durante o tratamento. Mas a cura é discutível, os animais afetados permanecem como reservatório.

#10 Toxoplasmose

Esta é uma doença infecciosa também conhecida como “doença do gato”. Isso porque, segundo explica Angélica, a Toxoplasmose é causada pelo protozoário toxoplasma gondii que é encontrado principalmente nas fezes do gato.

A médica veterinária explica que a Toxoplasmose raramente causa problemas no indivíduo adulto. “O grande risco está nas mulheres grávidas e pessoas imunossuprimidas. A contaminação é feita de forma fecal-oral, ou seja, deve haver a ingestão do parasita que está nas fezes, então alguns cuidados são necessários”, diz.

Como evitar?
É preciso evitar contato com as fezes de gato e, se for necessária a manipulação dessas fezes, a higiene é fator imprescindível. 

Texto www.dicasdemulher.com.br
*Página semanal com atualização aos sábados

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

O que você pensa sobre a infância das crianças de hoje?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 25/03/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,85 0,27%

Algodão R$ 94,65 0,47%

Boi a Vista R$ 131,03 -0,03%

Soja Disponível R$ 70,55 -0,98%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.