Cuiabá, Quinta-feira 20/09/2018

Meu Bicho e Eu - A | + A

07.10.2017 | 00h05

Vacina antirrábica - saiba como ela pode prevenir a raiva e onde vacinar

Facebook Print google plus

Quem já não ouviu falar que o seu animal de estimação deve ser vacinado? Embora, nos dias de hoje, a raiva seja uma doença considerada um tanto incomum, ela ainda é tida como uma grande preocupação por parte dos donos de pets. Incurável nos animais e fatal em 100% dos casos, a doença é uma zoonose e, portanto, também pode afetar os seres humanos – sendo que a vacina antirrábica é, ainda hoje, a sua única forma de prevenção.

Transmitida por meio da saliva dos animais contaminados, a raiva é passada, principalmente, pela mordida dos animais doentes – sejam eles gatos ou cães. Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Conheça os principais sintomas da raiva em cães e gatos.

Raiva em cães

A raiva se apresenta nos cães em três tipos distintos: Raiva Furiosa, Raiva Muda e Raiva Intestinal – sendo a última a sua forma mais rara e agressiva, que causa cólicas, vômitos e hemorragias gastrointestinais, levando o cachorro ao óbito em até 3 dias. Os primeiros sinais da Raiva Furiosa são o isolamento do animal, que passa a se esconder e busca lugares escuros, também se observa agitação, latidos e mordidas no ar sem motivo aparente.

Em muitos casos, o cão afetado passa a lamber o local onde foi mordido, recusa alimentos e tenta comer suas próprias fezes. Salivação excessiva é outro sinal comum e considerado um dos mais “clássicos” da raiva que, a partir desse período, provoca muita agressividade e a paralisia do animal, que morre em até 48 horas. Na Raiva Muda, os sinais de isolamento, cansaço e busca de locais escuros já progride para a paralisia, levando o animal à morte em pouco tempo.

Participe do #MeuBichoeEu #GazetaDigital Mande sua foto no whats (65) 9.9987-2065 

 

Raiva em gatos

Muitos dos sintomas notados em cães também se manifestam nos gatos com raiva, sendo que os principais sinais da doença nos felinos começam com a alteração de comportamento. Falta de apetite, hidrofobia, febre, agitação extrema, salivação excessiva, muita agressividade e paralisia são comuns nos bichanos doentes, que morrem cerca de dez dias após sua contaminação.

No Brasil, a maioria dos estados e municípios promovem campanhas anuais de combate à doença, incentivando que os donos de pets levem seus bichinhos de estimação para que a vacina antirrábica possa ser administrada. Sábado, dia 7 de outubro, é dia de vacinação de cães e gatos em Cuiabá, das 7h às 17 h, em postos fixos, segue a lista abaixo.

 

Informações - CachorroGato @ http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/vacina-antirrabica/
Imagens - canaldopet.ig.com.br
www.redevet.com.br
 Página semanal com atualização aos     sábados

 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Você sabe o que é o voto útil?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 20/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22.300 -0.890

Algodão R$ 97.760 -0.390

Boi a Vista R$ 133.000 -0.750

Soja Disponível R$ 69.600 -0.710

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.