Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 14/11/2019

Colunas e artigos - A | + A

14.08.2019 | 10h45

Bolinha no Jardim do Éden

Facebook Print google plus

Neurozito

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

No começo eles eram seis, mas agora só restavam dois. Tinha Jacildo, na guitarra solo e tinha Neurozito, na guitarra base. Helio Japonês era o contrabaixista e João Bolinha tocava saxofone. Completando o grupo vinham Juarez Silva, cantor e Lowny Formiga, baterista. Eles formavam a banda de rock-blues mais emblemática que Mato Grosso conheceu, símbolo de uma década áurea: Jacildo e Seus Rapazes. Mas em 1968, depois de quatro anos de muito sucesso, com a ideia de viajar para a Califórnia, a banda se desfez.

 

Anos depois, alguns componentes daquela banda foram morrendo paulatinamente. Primeiro foi Juarez Silva que partiu em 2002 com seus pulmões embriagados pelo cigarro. O Mal de Alzheimer matou Helio Japonês em 2015. Lowny Formiga sumiu no mundo sem nos avisar e, por mais que o procurássemos, nunca mais soubemos dele. Jacildo, que montou outra banda e partiu em direção à Califórnia, perambulou pelo norte da América do Sul por quase 50 anos sem nunca ter conseguido o intento de chegar ao oeste dos EUA. Em 2017 as redes sociais anunciaram sua morte numa cidade da Venezuela.

 

E o que fizeram os dois que ficaram? Antes de ingressar na Academia, Neurozito tocou muitos anos em Sayonara comandando a banda da casa. Dali foi para o Som Oito, também comandando a banda, que tocava no clube Dom Bosco. Anos depois formou a banda Sangue Latino, com a qual gravou um CD e do qual participaram também seus dois filhos mais velhos. João Bolinha montou a banda Los Bambinos e, anos mais tarde, formou outro grupo com Pescuma, Henrique e Claudinho. Em seguida, por muitos anos, optou pela carreira solo quando gravou três CDs. Com sua figura carismática e com o som rouco do seu saxofone, fez enorme sucesso na Baixada Cuiabana.

 

Logo se tornou um verdadeiro ícone da música mato-grossense e protagonista de grandes momentos artístico-culturais do Estado. Sua alegria era contagiante. Até notícias ruins ele repassava com um sorriso no rosto. Um dia ele me falou: Jacildo fuma maconha na caixa de fósforo. Pois foi Jacildo que certa vez o colocou pra cantar O Chorão, de Paulo Diniz. Ninguém imaginava que ele iria fazer tanto sucesso. O público o aplaudia em pé, especialmente quando, rebolando, ele imitava o choro do Chorão. Em São Paulo, num dia em que João se encontrava em infinita tristeza por saudade de sua mulher, pegou uma garrafa de pinga e tomou inteirinha no gargalo. Chorava como criança falando em suicídio ou que viria embora pra Cuiabá a pé. Chegou até a arrumar sua mala, mas nós o impedimos de realizar inusitada façanha. Quando aqui em Cuiabá, gravamos um clipe para a TV, no começo deste ano de 2019, ele me falou: Temos que tomar cuidado. Da banda só resta nós dois. Que nada, nós ainda vamos muito longe, respondi.

 

Mas um dia Bolinha foi parar num hospital, ficando internado por dias por causa de um sério problema de saúde. Depois disso, não mais se recuperou totalmente. Até que na primeira semana deste mês de agosto ele partiu, vítima de um AVC. Ele foi para o Jardim do Éden, onde está vendo correr as águas límpidas do Pison e do Ghion. Nunca vi tanta gente num velório como no dia da sua despedida. Agora estou sozinho. Adeus, João! Já tô com saudades de você, cara. Muita saudade! Mas pelo tamanho do seu coração, tenho certeza de que aí no Jardim estás sentado ao lado dEle, o Deus Supremo.

 

Neurozito Figueiredo Barbosa é mestre em Conservação da Biodiversidade e professor universitário. É também músico, compositor, escritor e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Você acredita que os descontos da Black Friday são reais?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 14/11/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,25 0,23%

Algodão R$ 94,38 0,20%

Boi a Vista R$ 137,23 -0,56%

Soja Disponível R$ 69,00 -1,29%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.