Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Colunas e artigos - A | + A

18.11.2019 | 12h17

Idealismo revolucionário

Facebook Print google plus

Oscar D'Ambrosio

Divulgação

Divulgação

A busca pela liberdade é um dos desejos mais legítimos do ser humano, ainda mais quando se é jovem. É um momento da vida em que parece não haver limites para a nossa capacidade de criar e de realizar tudo aquilo que sonhamos. A questão que se coloca é se há um limite para o preço individual e coletivo para realizar um desejo. 

 

Esse tipo de indagação surge com força no filme “Hostages”, de Rezo Gigineishvili. O diretor parte de um episódio pouco conhecido no Ocidente, a tentativa de sequestro de um avião por um grupo de jovens da Geórgia que desejava ir para a Turquia e escapar do regime soviético em novembro de 1983.

 

Após uma festa de casamento, no que pareceria ser uma viagem de lua de mel, o casal e alguns amigos realizam uma amadora tentativa de fuga da chamada cortina de ferro, que resulta em mortos e feridos entre eles, tripulantes e passageiros. Filhos da classe média alta local, os sequestradores demonstram idealismo, irresponsabilidade e ingenuidade. 

 

Entre os atores, destaca-se a jovem noiva, Tina Dalakishvili, com uma meiga e lânguida sensualidade, interpretando justamente o cerne de uma ação com nobres intenções, mas totalmente desastrada, que resultou em condenações a morte dos sobreviventes, com seus corpos nunca encontrados até hoje. 

 

O mais interessante é que os jovens justificam a sua ação argumentando que foram influenciados pelos próprios pais, que informavam que a vida no exterior seria melhor que na Geórgia comunista. Curiosamente, nenhum deles vivenciava qualquer tipo de dificuldade social. A ação ocorreu pelo desejo de se ter algo sem se saber exatamente o que isso seria. 

 

Sacrificar a própria vida por um objetivo é uma escolha pessoal, mas, de maneira impensada, envolver outras pessoas que não compartilham desse ideal, ou que simplesmente não sabem o que está acontecendo, fere a autonomia e o livre-arbítrio. Seja por divulgar o episódio ou por levantar essas perguntas, o filme é uma excelente opção de reflexão.

 

 

Oscar D’Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,65 -1,14%

Algodão R$ 91,74 0,51%

Boi a Vista R$ 137,33 -0,22%

Soja Disponível R$ 66,90 0,30%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.