Publicidade

Cuiabá, Sábado 08/08/2020

Colunas e artigos - A | + A

06.07.2020 | 08h00

Negação geral

Facebook Print google plus

Jairo Pitolé

Divulgação

Divulgação

O (ex) ministro até que tentou se segurar no cargo, negando falsidade em seu currículo, mas as universidades por ele citadas lhe desdisseram. Não houve doutorado na Argentina, nem, portanto, pós-doutorado na Alemanha. O possível trunfo, técnico de prestígio, era truta, quase um trote. Como não pôde cumprir a tarefa de envernizar tão complicada gestão, foi descartado antes que se transformasse em mais um problema a gerir, embora sigam negando tudo isso eternamente.

Ufa! Mas, aí, a pandemia, que juram não ser pandemia, ignora solenemente toda essa negação e deixa, por onde é transmitida, somente aqui no Brasil, dezenas de milhares de mortes e milhões de infectados. A ponto de a alta comissária das Nações Unidas (ONU), a ex-presidente chilena Michele Bachelet, afirmar que o negacionismo brasileiro, o americano e de outros países em relação à pandemia pode agravar a crise sanitária mundial.

 

(Para registrar: Brasil e Estados Unidos respondem por mais de 35% das mortes e quase 40% dos infectados no mundo. O Chile é o sexto do mundo em casos e o 16º em óbitos).

 

Como consequência, começam a negar a entrada de brasileiros, ao lado de americanos, em certos territórios, a começar pelo europeu. Situação até óbvia, porque num período como o que está se vivendo, o isolamento (assisto, ouço e leio isso diariamente) é, a não ser excepcionalmente, a única opção a ser tomada, enquanto não houver uma vacina.

 

(Aos que reclamam da economia congelada, os brasileiros vão deixar de gastar uma boa grana lá fora, contribuindo significativamente para a redução do deficit da balança brasileira de turismo. Embora tenha caído um pouco em relação ao ano anterior, os brasileiros gastaram US$ 17,59 bilhões lá fora em 2019, enquanto as despesas dos turistas estrangeiros aqui no Brasil não chegaram a US$ 6 bilhões. Ou seja, nosso deficit ficou em US$ 11,6 bilhões. Valor bem superior ao orçamento de milhares de prefeituras brasileiras).

 

Até a China, maior compradora do agronegócio, ameaça deixar de adquirir produtos brasileiros. Não apenas por causas dos comentários xenofóbicos de membros do atual governo federal, mas também por causa dos estragos da pandemia no país.

Na segunda-feira passada, por exemplo, o governo chinês suspendeu importações de três frigoríficos brasileiros (um deles mato-grossense), locais onde aumentaram os casos de covid-19.

 

Embora semianalfabeto, meu falecido pai faria apenas um rápido comentário sobre toda esta situação: tem gente que em vez de ajudar, só atrapalha. Ô dó!

 

Jairo Pitolé é jornalista em Cuiabá 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,50 -0,73%

Algodão R$ 115,84 1,07%

Boi a Vista R$ 132,33 0,51%

Soja Disponível R$ 67,10 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.