Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 03/08/2020

Colunas e artigos - A | + A

30.03.2020 | 09h58

O exemplo de Roosevelt

Facebook Print google plus

Jairo Pitolé

Divulgação

Divulgação

Muita calma esta hora. Dizem-me os amigos do facebook e do whatsapp. Sigo ao pé da letra estas recomendações. Lendo Fernando Pessoa e Jose Saramago; assistindo filmes sobre Pepe Mujica, Gandhi e comédias, porque ninguém é de ferro, além de ouvir muita música. Em quarentena, óbvio.

 

 Era para eu (e minhas companheiras de viajem) já estar no Brasil desde quinta-feira à tarde. Porém, tanto a agência quanto empresa aérea responsável pelo nosso retorno nos têm ignorados solenemente. No máximo, nos enviam e-mails (noreply) informando que “estão envidando todos os esforços para dar uma solução” ao nosso caso.

 

Da mesma forma, a Embaixada e o Consulado brasileiros aqui em Lisboa, além da Anac. Já preenchemos vários formulários e respondemos questionários. Porém, até agora, nada de concreto. 

 

Como aprendi a não olhar apenas para o meu próprio umbigo, sei que problema não se restringe a mim. Há milhares de outros brasileiros (aqui em Portugal e em outros países) vivendo a mesma situação.

 

Eu, ainda bem, estou bem instalado e sem problemas financeiros. Mas, não posso dizer o mesmo dos outros. Até, porque, não tenho como saber.

 

A inequação, em minha opinião, é a total falta de governança no Brasil para resolver esta situação. Não só a dos brasileiros no exterior como no próprio país. Leio que há um desencontro total entre as autoridades responsáveis pelo destino de 210 milhões de tupiniquins. 

 

Há mais bate-bocas do que solução. Ou insinuações perversas (a meu ver crime de lesa-humanidade) como: ”vai morrer alguns milhares de brasileiros, mas a economia não pode parar”. 

 

Ou, então, seguindo a teoria do isolamento vertical, criticada pela maioria dos cientistas do mundo e já descartada por governantes como o primeiro ministro britânico Boris Johnson, que declarou nesta sexta-feira (quando digito este artigo) ter contraído o coronavirus.

 

Isolar apenas os idosos não adianta. Eles não moram sozinhos. E as crianças, que, por ventura, contraírem a doença em sua escola? Por acaso não pensaram que podem transmiti-la aos seus avós?

 

É hora dos bilionários (são mais de duas centenas no país) darem sua cota de sacrifício e investirem um pouco de sua fortuna para minimizar este caos.

 

Pode parecer utopia ou ingenuidade. Porém, de certa forma, é um investimento de longo prazo. (Franklin Delano) Roosevelt fez isso na Grande Depressão americana dos anos de 1930 e os EUA são o que são. Pensem nisso!(*)

 

Jairo Pitólé San'Ana é jornalista em Cuiabá

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

caio comini carapinha - 01/04/2020

Mais um momento em que vemos a deficiência do Governo com medidas tomadas sem pé nem cabeça e como não estão aptos a lhe dar com as situações. É uma falta de comunicação e de diálogo que nunca conseguem estar no mesmo plano e alinhamento com suas discussões.

1 comentários

1 de 1

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 03/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,65 0,77%

Algodão R$ 92,33 -0,63%

Boi a Vista R$ 137,00 0,84%

Soja Disponível R$ 65,10 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.