Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Colunas e artigos - A | + A

02.06.2020 | 10h32

Tempo mágico

Facebook Print google plus

Roberta D'Albuquerque

Divulgação

Divulgação

Colunista

Lara, minha filha mais velha, definitivamente, não é minha leitora mais assídua. Por vontade própria, não começa nenhuma leitura com a minha assinatura há um bom tempo. Sempre que peço – e quase forço – que escute uma dessas colunas, ela reclama e disfarça dizendo que prefere quando escrevo ficção. “É que essas coisas você já me fala ao vivo mãe. E depois, amo quando você inventa”. Eu também. Mas é que a vida anda tão ficcional que tem sobrado pouco espaço em mim, tanto para inventar quanto para ler a invenção de outros. Estou com, pelo menos, três romances pela metade na minha mesinha lateral.  

 

Semana passada, quando repetimos pela milésima vez este diálogo, ela me falou que não ia ouvir não. E que se eu estivesse com muita vontade de lhe ler alguma coisa, que fosse o texto da moça que adiantou o relógio. Fiquei contente por saber que ela de fato gosta das ficções. E que, ainda melhor, aparentemente tem a sua favorita.  

 

A história da moça do relógio conta de uma mulher, que prometeu à família que naquele ano, conseguiria tirar, pela primeira vez na vida, 30 dias de férias. O esquema estava previamente combinado com o chefe. Havia uma viagem agendada e mil planos em curso. Até que às 17h45 do último dia de expediente, ele lhe chama na sala de reunião e diz displicentemente que o departamento pegou um novo projeto e que ela poderá ficar no máximo 20 dias fora. A moça então cria um plano complexo para fazer as horas andarem mais rápidos em todos os relógios da família. Cada uma hora e meia passaria em 60 minutos. Toda uma matemática louca de pano fundo para falar de alguém que tenta fazer caber o que já não cabe.  

 

Eu penso que Lalá não lembrou dessa história à toa. Estamos vivendo exatamente isso. Nos colocamos entre o desejo de acelerar as horas e o de atrasá-las. Fazer durar e fazer passar rápido e indolor.  A moça do relógio vai, ao longo dos capítulos, se dando conta da complexidade da missão. Nós vamos, ao longo dos dias, nos dando conta de sua impossibilidade. Avante. Boa semana queridos.  

 

Roberta D'Albuquerque é psicanalista, atende em seu consultório em São Paulo e escreve semanalmente no Gazeta Digital e em outros 17 jornais e revistas do Brasil, EUA e Canadá. E-mail: contato@robertadalbuquerque.com.br   

  

Coluna semanal atualizada às segundas-feiras

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,70 -2,16%

Algodão R$ 92,73 0,43%

Boi a Vista R$ 137,50 0,55%

Soja Disponível R$ 64,80 0,31%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.