Publicidade

Cuiabá, Sábado 05/12/2020

Entrevista da Semana - A | + A

Amplo campo de atuação 24.05.2020 | 16h28

Saiba em detalhes como é feita a formação em Estatística

Facebook Print google plus

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, as autoridades do mundo todo concentram esforços para combater a transmissão através do isolamento social e bloqueio total, que restringe a circulação de pessoas, porém a medida só é possível com evidências científicas.


É nesse meio que os números estatísticos são fundamentais para que as decisões sejam tomadas para evitar a quantidade de transmissão, mortes, entre outros indicadores.

Divulgação

Estatística

 

 

Complentando 10 anos em Mato Grosso, o curso de Estatística da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) comemorá a data histórica com a Semana de Estatística, quem está em sua 5ª edição.

 

O evento será realizado de forma totalmente online, na semana de 25 a 29 de maio de 2020, de 19 às 21 horas, com transmissão em tempo real pelo canal do YouTube DataSciMT.

 

O conversou com o coordenador de graduação em Estatística, professor Luiz André Ribeiro Zardo e a professora Lia Hanna Martins Morita, que explicaram sobre o curso e a sua área de atuação e trabalho.

 

- O curso de Estatística completa 10 anos em Mato Grosso. Qual foi o argumento para que a UFMT implementasse o curso e quantas pessoas já se formaram na área?

 

O curso de graduação em Estatística da UFMT foi constituído no âmbito das políticas educacionais promovidas principalmente na segunda metade do ano 2000, que incluíam a expansão do ensino superior e por meio do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni).

 

Divulgação

Estatística

 


Naquele contexto, as políticas educacionais que norteavam a expansão da educação superior no Brasil objetivavam ampliar oportunidades educacionais às populações, de forma a contribuir para redução de desigualdades sociais e regionais. Buscavam, por exemplo, ampliar oportunidades de acesso à educação superior a estudantes trabalhadores (ou trabalhadores não estudantes que desejavam estudar), cuja jornada de trabalho, por vezes, era (e ainda é hoje) um impeditivo para ingresso a um curso superior, sobretudo, naqueles que são oferecidos em algum período diurno (seja integral, matutino ou vespertino).
A UFMT aderiu ao Reuni em 2007 e, dentre os cursos que foram implementados por meio do Reuni, está a criação do curso de Bacharelado em Estatística, que foi aprovado no ano de 2009, sendo as atividades do curso iniciadas, no período noturno, em 2010, ano de ingresso da primeira turma.
O campo da estatística e suas aplicações é amplo e abrange diversas áreas do conhecimento. O curso de graduação em Estatística da UFMT foi estruturado para formar um profissional qualificado, capaz de atuar de forma interdisciplinar, produzir informações estatísticas com base em critérios técnico-científicos, e subsidiar tomada de decisões em cenários de incertezas. O curso de Bacharelado em Estatística da UFMT é o primeiro de Mato Grosso, formando profissionais com competência técnica para suprir a demanda por esse perfil profissional dentro e fora do Estado.

 

Divulgação

Estatística

 

- Para uma pessoa que queira cursar Estatística, quais áreas de conhecimento o curso abrange?


A formação qualificada de um profissional Bacharel em Estatística na UFMT passa pela incorporação de conhecimentos nas áreas de Matemática (cálculos e álgebra aplicados à Estatística), Probabilidade (desenvolvimento e aplicação de modelos de probabilidade), Computação e Linguagens de Programação (desenvolvimento de habilidades algorítmicas e programação em linguagens computacionais), Utilização de Softwares e Pacotes Estatístico-computacionais, Conceitos de Metodologia Científica e, Estatística (exploração e sumarização de dados, aplicação de procedimentos de inferência e amostragem, desenvolvimento, avaliação e adequação de modelos estatísticos).

 

- Quais as funções que podem ser ocupadas por um estatístico?
Como já comentado, o profissional da área de Estatística, em sua formação, é capacitado para atuar em diversas áreas do conhecimento onde estejam envolvidas, por exemplo, etapas de coleta, análise e interpretação de dados, em estudos de fenômenos naturais, econômicos e sociais. O estatístico deve estar atento, ainda, aos avanços de inovações tecnológicas que disponibilizam hoje grandes massas de dados, exigindo, cada vez mais, habilidades estatístico-computacionais inerentes à ciência de dados, que permitem transformar dados brutos em informações.

A formação do estatístico o permite atuar em empresas, indústria, agências, setores financeiros e governamentais, e no ambiente acadêmico. Atua na formulação e resolução de problemas que evolvam a coleta, sistematização, análise de dados, na elaboração e cálculos de indicadores de natureza diversas, e, ainda, em atividades e pesquisas que envolvam melhorias, aperfeiçoamento e inovação de técnicas e métodos estatísticos. Atuando como pesquisador, analista e em gestão de dados.

A estatística está intrinsicamente ligada à matemática.

 

- Ou seja, quem não gosta de matemática nem pode se arriscar?
A graduação em Estatística não é um curso estritamente matemático, embora utilize a matemática como fundamento para muitas aplicações. Quem não tem afinidade com a área da matemática, deverá empenhar-se para superar desafios com a utilização da recursos matemáticos (cálculo e álgebra, por exemplo), que fundamentam as teorias das Probabilidades e da Inferência Estatística. A universidade oferece apoio aos estudantes por meio de programas de monitoria e tutoria, que auxilia os estudantes a superarem suas dificuldades.

 

- Em tudo que praticamos, pode entrar a estatística? De que forma? Dá um exemplo prático?
Diríamos que onde houver necessidade de captura, análise e interpretação de dados está sujeito a aplicação de recursos do campo da estatística. Seja na elaboração de um simples gráfico, ou tabela, que permita sintetizar um conjunto dados sobre determinada característica de uma população.
Se pensarmos em definição e monitoramento de políticas públicas, por exemplo, informações estatísticas com base em dados provenientes de registros administrativos, pesquisas censitárias e amostrais, são demandadas periodicamente como subsídio para tomada de decisões e repasse de recursos públicos.

O repasse anual de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) aos municípios brasileiros, por exemplo, é realizado e distribuído segundo o tamanho populacional municipal. As enumerações e estimativas do tamanho populacional dos municípios brasileiros são realizadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) por meio de contagens e de projeções de população, obtidas com base em dados oriundos de registros administrativos e Censos Demográficos, e divulgado anualmente.
Se lançarmos o olhar para o atual contexto de enfrentamento da pandemia da covid-19 que atualmente nos acomete, as melhores decisões são tomadas com base em evidências científicas. Medidas de isolamento social, flexibilização, bloqueio ou restrição mais rígida (lockdown), devem levar em conta a evolução, ou curva de crescimento, de estatísticas associadas ao número de infectados pelo novo Coronavírus, número óbitos pela covid-19, da capacidade de atendimento da rede de saúde, velocidade de transmissão do vírus, entre outros indicadores.

 

- Como é o mercado de trabalho para o curso no Estado e no Brasil?
Por ser uma profissão de alcance multidisciplinar, o mercado de trabalho para o estatístico abrange diversas áreas esegmentos. Dentre as principais áreas de atuação pode-se destacar, por exemplo: segmento financeiro (bancos, empresas de crédito e cobrança), empresas de telefonia, e-commercies e empresas de varejo, institutos de pesquisa de mercado, agronegócio, agências produtoras de estatísticas, órgãos e agências governamentais.

Em todas estas áreas cabe ao profissional interpretar o problema do outro (ouvir o cliente, entender o objeto de pesquisa e ter a visão de negócio), desenvolver e aperfeiçoar habilidades computacionais (linguagem de programação e banco de dados), e aperfeiçoar constantemente sua base teórica para desenvolver novos modelos e metodologias.

 

-Quais pesquisas o curso vem desenvolvendo na UFMT?
Atualmente o curso desenvolve pesquisas como: O desenvolvimento da plataforma coronavírus Brasil, que coleta informações da covid-19 no Brasil e das Unidades da Federação e disponibiliza online, disponível em https://andersoncso.shinyapps.io/Brasil/.

A Obtenção de dados de redes sociais da internet, que desenvolve métodos para levantamento de dados em redes sociais, o desenvolvimento de materiais didáticos para o ensino de estatística, o uso de análise multivariada e estatística experimental no campo das ciências agrárias e florestais, a utilização de modelos probabilísticos em análise e sobrevivência, o estudo da Teoria de Resposta ao Item e suas aplicações em avaliações educacionais.

 

Divulgação

Estatística

 

- Qual a programação da semana do curso que será totalmente virtual e quem pode participar?
O evento Semana da Estatística promovido pelo curso de Estatística da UFMT objetiva a divulgação e interação de experiências acadêmicas e profissionais no campo da Estatística. Este ano o evento está em sua quinta edição, e aproveitaremos também para celebrar os 10 anos de criação do curso de Estatística da UFMT.
Em parceria com o grupo DataSci MT e a empresa Nuvem Tecnologia, o evento esse ano será realizado de forma totalmente online, na semana de 25 a 29 de maio de 2020, de 19 às 21 horas, com transmissão em tempo real pelo canal do YouTube DataSciMT.

Além de temas recentes no campo da estatística como Ciência de Dados e Big Data, o evento promoverá palestras abordando temas tais como o campo de Análise de Experimentos, e a profissão do Estatístico. O evento será aberto a todos que tenham interesse pelo campo da Estatística e suas aplicações.

Convidamos a todos para visitarem a página do evento de inscrição do evento no endereço em <bit.ly/semana-estatistica-ufmt> para mais informações sobre o evento e a programação.

 

- Se possível faça uma descrição do curso geral, como quantidade de vagas, quantidade de professores, se o curso possui pós-graduação e pesquisa na UFMT, etc.
O curso de Bacharelado em Estatística da UFMT é no período noturno, oferece 30 vagas para ingresso em cada semestre letivo. O Departamento de Estatística da UFMT conta com um quadro de professores amplamente qualificado sendo composto de 19 professores, em sua maioria doutores.
O curso objetiva formar estatísticos com base sólida e com equilíbrio entre ensino-aprendizagem e prática, adequando à formação do estatístico às necessidades da realidade atual. A formação básica permite ao estatístico utilizar técnicas de exploração em bases de dados, que requer profissional capaz de extrair daí informações relevantes por meio do uso de ferramentas usuais e técnicas modernas de amostragem, modelagem, inferência e análise multivariada.
A participação de discentes em pesquisa e extensão é valorizada pelo curso, com envolvimento de professores e alunos em projetos de Iniciação Científica, Programas de Monitoria e Atividades de Extensão.
O egresso do curso de Estatística da UFMT torna-se um profissional com sólida formação básica, científica e técnica em estatística e áreas correlatas, capacitado a atuar de maneira crítica e criativamente, na solução de problemas relativos a fenômenos que envolvam aleatoriedade, tratando de forma racional a variabilidade intrínseca à maior parte desses fenômenos.

 

Divulgação

Estatística

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Edição digital

Sexta-feira, 04/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 59,70 -0,17%

Algodão R$ 126,18 -0,57%

Boi à vista R$ 249,16 -1,37%

Soja Disponível R$ 153,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.