Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 07/08/2020

Brasil - A | + A

DURANTE SEIS DIAS 04.07.2020 | 18h04

Decotelli atualiza currículo e diz que foi ministro de 25 a 30 de junho

Facebook Print google plus
R7 Notícias

Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

 Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

O professor Carlos Alberto Decotelli da Silva atualizou seu currículo na plataforma Lattes, do CNPq (Centro Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnologia) e incluiu a informação de que foi ministro da Educação entre os dias 25 e 30 de junho.

 

Ele foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 25, e em seguida seu currículo profissional virou alvo de polêmica. O reitor da Universidade de Rosário, na Argentina, negou que o professor tivesse certificado de doutorado pela instituição, e a Universidade de Wuppertal, na Alemanha, forneceu informação semelhante em relação ao pós-doutorado que Decotelli informava ter.

 
 

Além disso, a FGV (Fundação Getúlio Vargas) divulgou que investigaria suposto plágio em sua tese de mestrado e que ele não atuou como professor fixo, informações que foram negadas por Decotelli.

 

No dia em que tomaria posse, em 30 de junho, o professor enviou uma carta ao presidente Jair Bolsonaro pedindo a saída do cargo. Para seu lugar, o presidente poderá nomear o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder.

 

A informação de que Decotelli atuou por cinco dias no MEC também pode ser evantualmente contestada. A nomeação chegou a ser publicada em Diário Oficial da União, mas a Lei 8.112 prevê que a investidura em cargos só ocorre com a posse.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,80 1,11%

Algodão R$ 93,05 0,14%

Boi a Vista R$ 135,22 -0,36%

Soja Disponível R$ 67,60 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.