Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 27/05/2020

Brasil - A | + A

Caso Suzi 10.03.2020 | 08h55

Detenta transexual diz que não tentou passar por inocente e pede desculpas

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

A detenta transexual Suzi Oliveira, que é alvo de polêmica desde que concedeu entrevista ao médico Drauzio Varella, no programa Fantástico, da TV Globo, disse em carta divulgada nesta segunda-feira (10) no Instagram de sua advogada que cometeu um crime no passado e que está pagando por ele.

 

Documentos divulgados por um grupo de advogados revelaram que Suzi foi condenada por estuprar e estrangular uma criança em 2010 no bairro União de Vila Nova, na capital paulista.

 

Leia também - Criança de Minas Gerais que nasceu com mecha branca bomba na web e vira livro

 

"Eu, Suzi Oliveira, 'Rafael Tadeu', venho dizer que na entrevista ao jornal 'Fantástico' não foi me foi perguntado nada referente ao B.O [boletim de ocorrência]. Eu sei que errei e muito. [Em] Nenhum momento tentei passar como inocente e desde aquele dia me arrependi verdadeiramente, e hoje estou aqui pagando por tudo que cometi...", disse.

 

Ela não entrou em detalhes sobre o crime na carta divulgada pela advogada Bruna Castro. No texto, ela aproveitou para pedir perdão. "Errei sim e estou pagando cada dia, cada hora e cada minuto aqui neste lugar. Antes não teria essa oportunidade, agora quero apenas pedir perdão pelo meu erro no passado", finalizou.

 

A reportagem de Drauzio Varella, que atua como voluntário em penitenciárias pelo país, mostrou que a detenta não recebe visitas há anos. Ao final da entrevista, ele deu um abraço na presa.

 

Crime

De acordo com o processo em que Suzi foi condenada, após abusar da vítima, um menino de 9 anos, "com a finalidade de assegurar a impunidade pelo crime anterior, o peticionário matou o ofendido mediante meio cruel, consistente em asfixia, e se valendo de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, haja vista tratar-se de criança, com mínima capacidade de resistência".

 

A Secretaria da Administração Penitenciária confirmou que Suzi cumpre pena na Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos (Grande SP), por homicídio triplamente qualificado e estupro de vulnerável.

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A constante troca de ministros pelo presidente Jair Bolsonaro compromete a sua gestão?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 27/05/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,70 -2,09%

Algodão R$ 95,84 0,56%

Boi a Vista R$ 136,85 -0,11%

Soja Disponível R$ 67,90 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.