Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 18/09/2020

Brasil - A | + A

socorro ao setor elétrico 05.08.2020 | 20h00

Medida que isentou baixa renda de pagamento de luz deixa de valer

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou por 244 votos a 232 o requerimento de retirada de pauta da MP 950, a medida provisória de socorro ao setor elétrico e que isentou consumidores de baixa renda do pagamento da conta de luz entre abril e junho em função da pandemia. A data limite da votação da medida era essa quarta-feira (5).

 

O pedido de retirada de pauta foi feito pelo governo, encaminhado pelo líder deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), que alega que a eventual aprovação da medida provisória impactaria os cofres públicos. O relator da medida provisória, deputado Léo Moraes (Podemos- RO) incluiu no texto a prorrogação da isenção da tarifa por mais dois meses, até o final de agosto, além da suspensão de aumentos tarifários na conta de luz para todos até 31 de dezembro de 2020. As alterações não chegaram a ser votadas pelo plenário com a retirada de pauta.

 

Leia também - Não dá pra continuar muito porque auxílio custa R$ 50 bilhões ao mês, diz Bolsonaro

 

Aprovada em 8 de abril, a MP 950 isentou a população com consumo mensal de energia elétrica inferior ou igual a 220 quilowatts-hora (kWh) do pagamento da conta de luz, no período de 1º de abril a 30 de junho deste ano, autorizando a União a destinar R$ 900 milhões para custear a isenção temporária de tarifas.

 

A MP também permitiu que o governo costurasse junto a um grupo de bancos liderado pelo BNDES um empréstimo de R$ 15 bilhões para distribuidoras de energia, para aliviar impactos da crise do coronavírus sobre o setor, que incluíram forte redução do consumo e aumento da inadimplência. 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Denúncias de mulheres contra agressores demoram vir à tona por conta de posição social?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 18/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,70 1,55%

Algodão R$ 92,10 -0,30%

Boi a Vista R$ 132,00 -0,75%

Soja Disponível R$ 64,50 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.