Publicidade

Cuiabá, Sábado 19/10/2019

Brasil - A | + A

11 morreram 18.09.2019 | 08h49

Peça levada por peritos pode apontar causa de incêndio em hospital

Facebook Print google plus

Tânia Rêgo/ABr

Tânia Rêgo/ABr

Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli voltaram nesta terça-feira (17) ao Hospital Badim e levaram uma peça do gerador, que seria importante para a conclusão do laudo que apontará as causas do incêndio no prédio do hospital acontecido na quinta-feira (12). O equipamento está instalado no subsolo do hospital, local onde teria iniciado o incêndio e onde estão instalados também quatro tanques com capacidade para armazenar 250 litros de óleo diesel cada um. O hospital não informou se os quatro depósitos estavam com a capacidade máxima de óleo.

 

Leia também - Nível do rio Cuiabá é o menor em 19 anos

 

A Polícia Civil sabe que o hospital usava o gerador, mesmo sem falta de energia na região do Maracanã, como uma forma de economizar na conta de luz, porque o uso do gerador movido a óleo diesel é bem mais econômico. Os peritos vão analisar se o uso do equipamento com maior frequência pode ter determinado o curto-circuito que gerou o incêndio no prédio, com o desprendimento de rolos de fumaça tóxica, que se espalharam por todos os andares do prédio e atingiram rapidamente o Centro de Tratamento Intensivo (CTI), onde estavam os pacientes mais idosos.

 

Mais duas mortes

Na madrugada desta terça-feira, Áurea Martins de Oliveira, 87 anos, vítima do incêndio no Hospital Badim, morreu no Hospital Samaritano, em Botafogo. Mais tarde, no Hospital Israelita Albert Sabin, no bairro do Maracanã, morreu uma mulher de 98 anos, ainda não identificada, também vítima do incêndio. Até agora foram 14 mortes confirmadas. 

 

A direção do Hospital Badim informou que mais sete pacientes que estavam internados receberam alta hoje. Ao todo, 43 pacientes permanecem em unidades de saúde do Rio de Janeiro.

 

De acordo com a assessoria do hospital, “a maior parte das pessoas está internada para a continuidade do tratamento das patologias que motivaram suas admissões no Hospital Badim e não por conta da inalação de fumaça”.

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O governo tem um ministro condenado, três denunciados e dois investigados. Está na hora de fazer trocas?

Parcial

Edição digital

Sábado, 19/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,40 0,23%

Algodão R$ 95,42 0,15%

Boi a Vista R$ 134,95 -0,10%

Soja Disponível R$ 66,60 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.