Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 22/10/2019

Brasil - A | + A

Brumadinho 19.09.2019 | 15h35

Vale é condenada a pagar R$ 11,8 mi a parentes de vítimas de barragem

Facebook Print google plus

Wilton Junior/ AE

Wilton Junior/ AE

A justiça de Brumadinho, na Grande BH, condenou a mineradora Vale a pagar R$ 11,8 milhões de indenizações aos parentes da família de turistas que morreu no rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, em janeiro deste ano. 

 

Leia também - Preso no Nordeste suspeito de construir prédios que desabaram no Rio

 

A decisão foi assinada pelo juiz Rodrigo Heleno Chaves, nesta quarta-feira (18), mas o TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) só publicou o despacho nesta quinta-feira (19).

 

Essa é a primeira ação em sentença individual movida contra a Vale em razão da tragédia, que deixou 270 mortos e desaparecidos dos irmãos Luiz Taliberti Ribeiro da Silva e Camila Taliberti Ribeiro; e da mulher de Ribeiro, Fernanda Damian de Almeida, que estava grávida. O bebê, Lorenzo de Almeida Taliberti, que ainda não havia nascido, também foi considerado como vítima do colapso.

 

Os familiares pediram a indenização por danos morais alegando que que sofreram "enormemente" com a morte de seus filhos, irmã, neto e sobrinho. Além da indenização, os parentes também reivindicaram o pagamento de seguro-saúde.

 

De acordo com o TJMG, a família também queria que a Vale fosse obrigada a afixar fotografias com texto em homenagem aos mortos, nas entradas das sedes e filiais da mineradora, durante 20 anos. O texto também deveria ser lido nas reuniões de acionistas.

 

O juiz, contudo, negou o pedido de homenagem. Na decisão, Chaves alegou que a autorização poderia indicar tratramento diferenciado, já que beneficiaria apenas apenas quatro das 270 vítimas.  

 

Ao determinar que a Vale pague a indenização de quase R$ 12 milhões, Chaves ressaltou que a família tinha direito à reparação pelo dano moral devido aos danos psicológicos causados pelas perdas. Vãos ser benefciados com os valores a mãe de Ribeiro e Camila, bem como a irmã e os pais da Fernanda.

 

O R7 procurou a Vale para comentar a decisão, mas ainda não teve retorno.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre o comportamento do governo federal frente ao derramamento de óleo no Nordeste?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 22/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,05 0,50%

Algodão R$ 92,21 0,50%

Boi a Vista R$ 134,99 0,13%

Soja Disponível R$ 75,25 -0,66%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.