Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 11/08/2020

Cidades - A | + A

retorno 03.05.2020 | 16h15

70% da frota de ônibus circulará a partir desta segunda em Cuiabá

Facebook Print google plus
Eduarda Fernandes

eduarda@gazetadigital.com.br

João Vieira

João Vieira

A partir desta segunda-feira (4), 70% da frota de ônibus de Cuiabá passará a circular nas ruas. A decisão foi anunciada pelo prefeito Emanuel Pinheiro na tarde deste domingo (3), em vídeo publicado em suas redes sociais. Também a partir de amanhã voltam a funcionar as estações Alencastro, Bispo, Dom José e Ipiranga, restringindo a entrada apenas pela porta dianteira.

 

Emanuel alerta que só será permitida a entrada de passageiros no transporte coletivo com uso de máscara de proteção facial. "O uso de máscaras é mais uma iniciativa para cuidar, para zelar da sua vida e do próximo. É uma segurança sua e de quem vai estar ao seu lado nessa viagem. Portanto não reaja, vamos usar o bom senso e nos proteger e proteger o nosso semelhante. Nós só vamos transportar quem estiver usando máscara", ressalta o prefeito.

 

A decisão atende ao decreto 7886/2020 e integra a segunda etapa do plano de retomada gradativa e segura das atividades econômicas na Capital. "Amanhã será vez da retomada gradual, lenta e segura dos prestadores de serviço, num horário reduzido, das 8h às 14h", disse.

 

O gestor afirmou que o transporte coletivo na Capital é monitorado diariamente, tanto por fiscalizações in loco, quanto pelo sistema de bilhetagem eletrônica. "Portanto, determinei à Semob a elaboração de um plano de ação do transporte coletivo para esse período", informou.

 

As medidas como a redução da jornada e horário diferenciado foram delimitadas para evitar a disseminação do novo coronavírus na Capital. “Essas medidas estão sendo adotadas considerando que Cuiabá tem o menor índice de óbitos do país e aparece como uma das menores com infecção pelo vírus, mas isso não significa que nós podemos relaxar. As pessoas precisam de bom senso, que usem as máscaras, que nos auxiliem no cumprimento das medidas”, declarou o prefeito.

 

Ele ainda relembrou que as ações foram elaboradas em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE).

 

Veja abaixo a íntegra das medidas:

 

-Aumento da frota até 70% e cada veículo apenas poderá rodar com 50% da lotação máxima; 

-Cada veículo terá à disposição dos passageiros álcool 70%;

-Abertura das estações Alencastro, Bispo, Dom José e Ipiranga, restringindo a entrada apenas pela porta dianteira;

-Será apenas admitida a entrada de passageiros com uso de máscara;

-Os ônibus serão devidamente higienizados após cada viagem;

-No tocante à fiscalização, serão designados agentes de trânsito e transporte no sentido restringir o acesso a  quem não estiver usando máscaras;

-Equipe volante para fiscalizar eventuais falhas nas linhas de ônibus;

-Nos terminais do CPA 1, CPA 3, Pedra 90, São Sebastião, Parque Cuiabá, bem como todas as garagens de concessionária do serviço de transporte estarão disponíveis ônibus reservas a fim de suprir eventuais demandas.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 11/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,95 0,63%

Algodão R$ 92,30 -1,09%

Boi a Vista R$ 135,33 0,51%

Soja Disponível R$ 68,20 0,07%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.