Publicidade

Cuiabá, Sábado 19/09/2020

Cidades - A | + A

Vigitel 26.07.2019 | 08h13

83% dos cuiabanos estão acima do peso ideal

Facebook Print google plus

Cuiabá é a capital com maior percentual de pessoas acima do peso. Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (25) mostra que 23% de cuiabanos estão obesos e 60,7% com excesso de peso. E estes números estão crescendo.

 

Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), referente a 2018. No Vigitel 2017 eram 57,4% cuiabanos com excesso de peso e 22,7% na faixa da obesidade. Para chegar a estes números, a pesquisa leva em consideração o Índice de Massa Corporal (IMC). Por meio dele, é possível classificar um indivíduo em relação ao seu próprio peso, bem como saber de complicações metabólicas e outros riscos para a saúde.

 

A nutricionista Wânia Monteiro de Arruda assegura que a obesidade é uma epidemia mundial. Tanto que a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera a obesidade como uma doença crônica que atinge 600 milhões de pessoas no mundo. Ela pode acarretar outras complicações, como hipertensão, diabetes, doenças cardiovasculares e câncer.

 

Em relação a Cuiabá, Wânia diz que desde a pesquisa passada, a primeira colocação tem sido da capital. Isso ocorre, segundo ela, porque as pessoas ainda não “aprenderam a comer”. A nutricionista ressalta que o modo de comer vem da própria cultura cuiabana, que ainda não é acostumada a adotar frutas e verduras nas refeições. Para a profissional, a mudança de hábitos alimentares deve iniciar nas unidades de ensino para começar a surtir efeitos.

 

“Muitas pessoas recorrem ao exercício físico. No entanto, temos que ter consciência que hábitos saudáveis compreendem também a mudança da alimentação. Temos que investir na reeducação alimentar”, frisa.

 

O levantamento aponta que em Cuiabá 33,2% dos moradores disseram comer frutas e hortaliças. O percentual daqueles que comem 5 ou mais porções diárias é de 23,7%. Outro percentual que chama a atenção é o de pessoas que afirmam consumir refrigerante 5 ou mais dias na semana. Em Cuiabá o número chega a 16,9%.

 

Confira reportagem completa na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Denúncias de mulheres contra agressores demoram vir à tona por conta de posição social?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 18/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,95 2,57%

Algodão R$ 93,54 -1,51%

Boi a Vista R$ 136,00 0,00%

Soja Disponível R$ 68,40 0,59%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.