Publicidade

Cuiabá, Sábado 30/05/2020

Cidades - A | + A

dinheiro da corrupção 28.03.2020 | 09h57

A pedido do MPF, Pronto-Socorro de Várzea Grande receberá $ 2 milhões para combate ao coronavírus

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

O Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (HPSMVG) e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), localizados na cidade vizinha à Cuiabá, capital de Mato Grosso, receberão mais de R$ 2 milhões para a aquisição de equipamentos e insumos. O objetivo é a manutenção do atendimento nas unidades hospitalares e a tomada de medidas urgentes de prevenção, controle e contenção de riscos e danos à saúde pública, de forma preventiva e estratégica aos empregados e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O pedido de destinação do recurso foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) à Justiça Federal em Mato Grosso.

 

No total, serão destinados R$ 2.231.722,27 referentes a um acordo de colaboração premiada celebrado no bojo da Operação Ararath. Nesse mesmo acordo, homologado em juízo, ficou definido que o Ministério Público Federal, mediante requerimento, definiria a destinação dos recursos. No referido caso, o Ministério Público Federal se manifestou para que o montante fosse encaminhado para o atendimento das demandas de prevenção e tratamento da pandemia causada pelo coronavírus (covid-19) em Várzea Grande.

 

Leia também - Brasil tem 92 mortes por covid-19; número de casos alcança os 3.417

 

“A aquisição dos equipamentos pretendidos resultará em proveito não só para os pacientes que se valem dos serviços oferecidos pelo município de Várzea Grande, mas para também toda a população desta capital e do estado, haja vista a possibilidade real de um colapso do sistema de saúde no momento em que se atingir o pico de infectados que necessitem de atendimento médico-hospitalar, experiência vivenciada por alguns países que enfrentaram, antes do Brasil, a disseminação desse novo vírus em sua população, notadamente pela Itália e, mais recentemente, Espanha. Assim, não há dúvidas de que a destinação de parcela dos recursos depositados em juízo, em razão do acordo de colaboração premiada, para a aquisição de itens necessários ao enfrentamento da pandemia, atende aos fins públicos definidos pela Constituição da República e pela legislação de regência”, ressaltou o juiz federal da 7ª Vara em Mato Grosso, Paulo Cézar Alves Sodré.

 

Com a decisão, será aberta uma conta judicial na qual será depositado o valor para que a Secretaria de Saúde de Várzea Grande inicie o processo de aquisição dos equipamentos e medicamentos solicitados. A partir dai, a secretaria deverá prestar contas dos gastos, apresentando nota fiscal dos produtos adquiridos, recebimento e atesto de entrega do produto/material, imagem do produto recebido, registro de tombo do produto (inserção no patrimônio da unidade hospitalar) e indicação da conta bancária do fornecedor do produto para que seja realizada a transferência judicial.

 

Além disso, a cada 30 dias, durante o prazo de seis meses, a Secretaria de Saúde de Várzea Grande deverá apresentar ao MPF informações quanto ao número de atendimentos realizados no escopo do projeto apresentado (prevenção e combate à pandemia da covid-19 em Mato Grosso).

 

Continuamos trabalhando - O Ministério Público Federal continua trabalhando normalmente na fiscalização das leis, no combate à corrupção e na defesa dos seus direitos, apesar das limitações impostas pela crise do coronavírus. Se você precisar fazer denúncias ou reclamações, protocolar documentos, solicitar informações ou consultar processos, acesse o MPF Serviços.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A constante troca de ministros pelo presidente Jair Bolsonaro compromete a sua gestão?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 29/05/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,60 -1,26%

Algodão R$ 91,22 -0,77%

Boi a Vista R$ 133,29 0,29%

Soja Disponível R$ 64,35 -1,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.