Publicidade

Cuiabá, Domingo 20/10/2019

Cidades - A | + A

Deu em A Gazeta 20.09.2019 | 07h51

Acidentes com vítimas aumentam 68,5% nas rodovias federais de Mato Grosso

Facebook Print google plus

Marcus Vaillant

Marcus Vaillant

Número de acidentes registrados nas rodovias federais de Mato Grosso entre os anos de 2007 e 2018 tem leve redução mas, índice de vítimas feridas e mortas aumenta 68,5%. No ano passado, 2.628 acidentes ocorreram nas rodovias federais do Estado, sendo que em 1.844 houve vítimas (70%). Maioria das notificações ocorreu nas BRs 163 e 364 que, apesar de liderarem no quesito acidente, são as melhores avaliadas em se tratando de infraestrutura. Dados constam no Painel Confederação Nacional do Transporte (CNT) de Consultas Dinâmicas de Acidentes Rodoviários divulgado nesta quinta-feira (19), que reúne dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobre acidentes ocorridos em rodovias federais brasileiras nos últimos 12 anos.

 

De acordo com a linha histórica apresentada no levantamento, o ano de 2013 foi o que mais registrou acidentes em Mato Grosso e também o que mais teve mortes notificadas (236). Enquanto em 2007 foram 1.094 acidentes, no ano passado ocorreram 1.844, um aumento de 68,5%. Em se tratando de acidentes com vítimas o último ano só perde para 2014 e 2015, quando foram notificadas 2.008 e 1.916 vítimas respectivamente.

 

Nos últimos 12 anos, 43.430 acidentes foram registrados nas rodovias federais que cortam o Estado. Destes, 19.688 tiveram vítimas sendo que 2.906 morreram e outras 28.936 ficaram feridas. Se comparado dados de 2017 e 2018, houve um crescimento de 35% no número de vítimas fatais, passando de 148 para 200.

 

Por rodovia
Dos 43.430 acidentes notificados no acumulado de 12 anos, a BR-070 se sobressai na quantificação de acidentes de forma geral, registrando 8.614 acidentes, sendo que o ano de 2014 foi o que mais teve registros (1.038). No passado esse número reduziu para 656, número menor, porém ainda maior que o notificado em 2007, quando foram 456 acidentes.

 

No período abrangido as BRs 364, 163 e 070 foram as que mais se destacaram em se tratando de acidentes com vítimas fatais e feridas. Os óbitos registrados na primeira representam 35,2% do total, seguido de 26,9% da BR-163 e 20,3% da BR-070. Já os feridos em acidentes ocorridos na BR-364 representam 33% do acumulado, seguido de 27,9% da BR-163 e 23,7% da BR-070.

 

Dado que chamou atenção em se tratando da BR-163 é que em 2018, dos 852 acidentes registrados, 608 tiveram vítimas fatais (71,3%). O índice também considerado preocupante a BR-364, que de 841 acidentes notificados pela PRF ano passado, 565 tiveram mortes (67%).

 

Com 12,4 vítimas a cada 100 acidentes no último ano, Mato Grosso é o 11º dentre os estados no ranking que elenca essa proporção. Isso significa que, em 2018, houve 5 acidentes por dia no Estado.

 

Motivação

Doutor em Engenharia de Produção na área de Logística e Transporte, Eldemir Pereira diz que há inúmeros fatores que podem influenciar o aumento de acidentes com vítimas nas rodovias federais. O primeiro elencado por ele é o aumento de motocicletas circulando no Estado, que está próximo à casa de um milhão. “Só em Cuiabá e Várzea Grande já existem 150 mil motos e os condutores destas se arriscam em rodovias. Notoriamente os motociclistas estão mais propensos a se ferir ou morrer em um acidente”.

 

Pereira também enfatiza que nas BRs 163 e 364, onde há o maior número de acidentes, houve melhorias na infraestrutura e, por isso, é comum que motoristas abusem da velocidade e cometam outros tipos de imprudências. “O fluxo de veículos nestas rodovias é muito grande e associado ao excesso de trabalho e uso de psicóticos podem resultar em acidentes fatais. Mas é óbvio que as vias em péssimos estado também possibilitam acidentes graves”.

 

O estudioso da área de transporte enfatiza que a principal causa de acidentes ainda é humana e cenário só mudará com conscientização dos condutores.

 

Leia mais notícias sobre Cidades na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual será o resultado das discussões sobre fake news no Congresso Nacional?

Parcial

Edição digital

Domingo, 20/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,75 -0,95%

Algodão R$ 90,04 -0,45%

Boi a Vista R$ 132,00 0,76%

Soja Disponível R$ 67,60 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.