Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 19/09/2019

Cidades - A | + A

EM CUIABÁ 08.05.2019 | 18h05

Após 16 anos sem licitação do transporte, prefeitura promete lançar edital dia 15

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Marcus Vaillant

Marcus Vaillant

Tribunal de Contas do Estado (TCE) investiga o cumprimento das cláusulas do contrato de concessão do transporte público de Cuiabá. Ele foi firmado em 2003, na gestão do então prefeito Roberto França, entre a Prefeitura de Cuiabá e as empresas Pantanal, Caribus e Integração. Desde então, ele vem sendo prorrogado.

 

Leia também - PSL projeta lançar prefeitos nos municípios polos do Estado

 

Prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) assegurou que uma nova licitação deve ser lançado nas próximas semanas. Ao , o secretário Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo, anunciou que a previsão é para o dia 15. 

 

Entre os itens a serem verificados estão a idade média da frota, que deve ter entre 3,5 a 4,5 anos, valor da arrecadação do sistema, quantidade de veículos adaptados, divulgação do itinerário e do horário dos veículos, cobertura dos veículos e dos pontos de ônibus, entre outros. 

 

Auditoria é do conselheiro interino Isaías Lopes da Cunha e o trabalho deve ser feito pelos auditores João Juraci e Charles Conceição, sob supervisão de Maurício Barbosa. De acordo com o secretário da Secretaria de Controle Externo (Secex) do TCE, Francisney Liberato, a auditoria é importante porque o cenário do transporte de Cuiabá de 2019 é diferente do que 2003, quando o contrato foi assinado. 

 

A Semob, por outro lado, assegurou que não deve prorrogar o contrato com as atuais empresas do transporte coletivo e que trabalha para que o certame seja lançado o mais breve possível. 

 

Aumento de valor

 

Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec) autorizou o aumento da passagem de ônibus para R$ 4,10 na Capital. Decisão foi delegada em reunião com conselheiros na manhã desta sexta-feira (26).

 

Valor considera custas relacionadas a manutenção e a administração do transporte coletivo, como combustível, peças, acessórios e salários. 

 

Veja nota da Semob na íntegra:

 

"A respeito da licitação do transporte coletivo, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa que:

 

- Com a definição do preço da tarifa de ônibus, na última semana, o edital deverá ser lançado nas próximas semanas. 

 

- O documento passa agora por trâmites burocráticos. Assim, segue agora para a Procuradoria Geral do Município, que dará seu parecer, e posteriormente para a Diretoria de Licitações, da Secretaria de Gestão. 

 

- A Semob trabalha para que o certame seja lançado o mais breve possível. 

 

- A Pasta não prorrogará o contrato com as atuais empresas do transporte coletivo."

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Menos de 10% dos profissionais com deficiência ocupam cargos de liderança

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 19/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,80 -1,57%

Algodão R$ 92,48 -0,46%

Boi a Vista R$ 135,00 0,00%

Soja Disponível R$ 71,60 -0,56%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.