Publicidade

Cuiabá, Domingo 05/07/2020

Cidades - A | + A

combate à pandemia 30.05.2020 | 10h41

Campanha Vem Ser Mais Solidário leva alimentos para famílias carentes do Sucuri

Facebook Print google plus

João Milano

João Milano

A campanha ‘Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus’, do Governo de Mato Grosso, tem beneficiado muitas famílias carentes, que sofrem com a falta de alimento neste período de pandemia do novo coronavírus. A ação, que é liderada voluntariamente pela primeira-dama, Virginia Mendes, e executada pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), tem beneficiado entidades e comunidades de todo o Estado.

 

As famílias da região do Distrito do Sucuri, em Cuiabá, foram atendidas pela ação, na quinta-feira (28). As entregas foram realizadas pela secretária adjunta de Direitos Humanos da Setasc, Salete Morokcoski, que levou cestas básicas até a comunidade, além dos materiais de limpeza e de higiene. 

 

“Estamos aqui, a pedido da primeira-dama e da secretária Rosamaria, para atender as famílias que precisam desses mantimentos para sua sobrevivência. Contamos com o apoio e pedimos todo cuidado com a higienização para combater o vírus da Covid-19”. 

 

Salete frisou que o índice de violência também aumentou com a pandemia e que a pasta de Direitos Humanos continua em atendimento em caso de algum tipo de violação.

 

Juvercina Viegas Fernandes, que atua como voluntária no departamento da Assistência Social da Igreja Adventista do Sétimo Dia da comunidade, relatou a realidade das famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social. 

 

“Ficamos agradecidos com a ajuda da primeira-dama, Virgínia Mendes, e da secretária da Setasc por este gesto nobre. Este trabalho representa muito para nós, porque muitas das mulheres que estão aqui, ajudam financeiramente em casa, mas neste momento estão impossibilitadas de trabalhar”. 

 

É o caso de Maria Nunes, de 54 anos, que mora com seu marido, cunhada e filho, há 13 anos na comunidade. Ela conta que vendia cremosinho na escola, mas devido ao isolamento as aulas foram suspensas e assim não pode mais trabalhar. “Para mim este alimento representa muito. Eu e meu marido estamos desempregados e sem as vendas tudo está difícil. Agora, com esses alimentos, vamos garantir a comida na mesa”, disse.

 

Quem também comemorou a chegada das doações foi Vânia dos Santos, de 25 anos. “Em casa somos em seis pessoas. Somente eu e meu marido trabalhamos, mas com a pandemia os gastos aumentaram. Tive que instalar internet para o meu filho estudar. A conta de luz aumentou. Essa doação de alimento vai ajudar no sustento da casa”, agradeceu.

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Governo federal está liberando R$ 1.045 do FGTS por trabalhador para movimentar a economia. O que você fará com o benefício?

Parcial

Edição digital

Domingo, 05/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,55 -0,80%

Algodão R$ 89,17 -0,36%

Boi a Vista R$ 130,17 -0,69%

Soja Disponível R$ 64,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.