Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 17/10/2019

Cidades - A | + A

Exploração infantil 04.09.2019 | 07h15

Conselho Tutelar fiscaliza crianças venezuelanas em semáforos

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Os conselhos tutelares de Cuiabá, em parceria com o Ministério Público e o Poder Judiciário, começaram na terça-feira (3) fiscalizações sobre a situação das crianças venezuelanas que acompanham os pais nos pedidos de ajuda nos semáforos da Capital. Segundo denúncia do vereador Marcos Veloso (PV) existem indícios do “aluguel” de crianças para esse tipo de ação, além das condições insalubres a que os menores são expostos.

 

Segundo o vereador, a fiscalização foi desencadeada pelo pedido da Câmara de Cuiabá, para que a situação das crianças fosse verificada. “Eles são estrangeiros, mas tem que respeitar as leis do nosso país. Não podemos permitir que uma criança fique o dia inteiro no semáforo”.

 

Leia também - Defensoria Pública atua para evitar despejo de 186 famílias que ocupam área há 7 anos

 

Entre as denúncias que são apuradas pela força-tarefa estão a cobrança de taxa para a permanência nos semáforos e também o “aluguel” de crianças para que os adultos possam sensibilizar os motoristas. “Estamos investigando a questão do pagamento de um pedágio para poder ficar no semáforo e até de pessoas que pagam para levar os filhos de outros”, disse o parlamentar na manhã de terça-feira na tribuna.

 

De acordo com a Pastoral do Migrante mais de 600 imigrantes venezuelanos chegaram a Cuiabá. Em vários pontos da cidade é possível encontrar pessoas com cartazes pedindo comida, dinheiro e trabalho. Também é comum que estejam acompanhados por crianças, que ficam junto aos adultos no sol quente e, muitas vezes, sem alimentação.

 

“Esses venezuelanos estão usufruindo da boa vontade do nosso povo e usando as crianças como reféns, como chantagem emocional. Por isso estamos lançando a campanha ‘Não dê Dinheiro, Dê Dignidade’ para que possamos dar empregos e oportunidades para essas pessoas e não dinheiro”, explicou Veloso.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

samoel - 04/09/2019

Bom dia. Sobre esta materia, se todos nos decemos uma oportunidade para estas pessoas venuezelano, seria otimo que eles são pessoas séria, este dias eu passei nun sinaleiro vi eles vendendo bala para conseguir dinheiro, e arrumei uma diarias pra o rapaz e outra diaria para a mulher, e ate hoje eles estão trabalhando, e arumaro mais diarias, agora paga aluguel, de uma casa e ta mantendo a familia,acho que os empresarios tem que abri a porta pra eles, e da uma oportunidades, para descubri a atitude

1 comentários

1 de 1

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O presidente Jair Bolsonaro deve sair do PSL?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 17/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,85 -0,50%

Algodão R$ 93,46 0,53%

Boi a Vista R$ 130,67 -1,06%

Soja Disponível R$ 65,00 -0,31%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.