Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 28/10/2020

Cidades - A | + A

JIU JITSU 23.01.2019 | 17h24

Depois de vender água, lutador mato-grossense recebe ajuda de sheik para ir a campeonato mundial

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal

No último sábado (19), quando o atleta mato-grossense Kaike Angelim, 24, recebeu uma mensagem do sheik Mohammed bin Zayed, ele não imaginava que o destino lhe seria cortês e encerraria sua peregrinação em busca de dinheiro para viajar para os Emirados Árabes Unidos.

 

Leia também - Tatuador cuiabano doa dinheiro do trabalho para construção de casas na Bahia

 

Há aproximadamente duas semanas, com a placa "ajude um atleta a ser campeão em Abu Dhabi", ele se arrisca entre os carros no semáforo da avenida Mato Grosso, em Cuiabá, para vender garrafas de água para os motoristas e angariar fundos para custear a sua viagem para o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu, que acontece em abril. 

 

Por meio de uma foto que viralizou nas redes sociais, o sheik gostou a iniciativa do atleta e decidiu ajudá-lo custeando sua passagem, hospedagem e alimentação durante os 20 dias em que deve permanecer no país. 

 

"Eles me mandaram uma mensagem em todas as minhas redes sociais. No começo eu fiquei um pouco desconfiado porque a gente espera que vai conseguir ajuda, mas não espera que de um dia para a noite alguém vai chegar e vai te ajudar assim", explicou. 

 

Junto a Kaike no semáforo, contudo, também estavam os atletas Matheus Arantes, Diego Santos e Paulo Araújo, que ainda não conseguiram o dinheiro total. A estimativa é que cada um precise de aproximadamente R$ 10 mil. Nos cálculos dos rapazes, a cada 5 horas trabalhadas é possível conquistar entre R$ 400 e R$ 500. 

 

"A gente pensou em como seria. Da última vez eu fiz camisetas para vender e deu certo, mas não foi o suficiente. Falei que a gente iria precisar fazer um monte de coisa para vender. Uma vez eu estava parado no semáforo e vi um artista de rua e eu calculei que seria legal vender água". 

 

Nas duas vezes em que saíram as ruas, os atletas conseguiram R$ 850. Na internet, eles também criaram campanhas de doações, as chamadas vaquinhas, para ajudar na obtenção do dinheiro. Até esta quarta-feira (23), Diego arrecadou R$ 75 e Matheus R$ 50.

 

Para ajudar:

 

Vakinha Matheus

Vakinha Diego

 

 

 

 

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Com abertura do comércio, bares, igrejas e retomada de festas, você já retomou à rotina?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 28/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 61,60 0,16%

Algodão R$ 128,61 1,39%

Boi à vista R$ 247,18 2,04%

Soja Disponível R$ 165,00 0,92%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.