Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 14/07/2020

Cidades - A | + A

equipamento com elevadores 30.06.2020 | 13h16

Entrega da passarela na frente da rodoviária desativa dois semáforos na Marechal Deodoro

Facebook Print google plus

Luiz Alves/Prefeitura de Cuiabá

Luiz Alves/Prefeitura de Cuiabá

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), entregou nesta terça-feira (30) a passarela na frente da rodoviária de Cuiabá, Terminal Rodoviário Cássio Veiga de Sá, considerado um pontos críticos de trânsito na Capital.

 

A obra de mobilidade urbana da Capital conta iluminação, cobertura, com dois elevadores panorâmicos, que vão proporcionar acessibilidade aos usuários. A estrutura garante mais segurança aos pedestres e ainda ajuda a desafogar o trânsito na região. 

 

“Essa passarela representa o verdadeiro sentido de humanização no trânsito, pois irá proporcionar mais segurança na mobilidade. Com o passar do tempo, a região da rodoviária passou a ser a principal forma de acesso para outras cidades, como Chapada dos Guimarães, o que gerava grande fluxo nessa localidade”, apontou o prefeito.

 

No ato da entrega, o chefe do Executivo informou que os dois semáforos existentes na avenida Marechal Deodoro serão desativados, a fim de descongestionar o trânsito. “Várias melhorias já foram realizadas nessa região. Essa passarela foi construída com o objetivo de oferecer dignidade a população, idosos, pedestres, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de algum tipo de deficiência”, completou. 

 

No local, foram instalados guarda-corpo nas rampas, estruturação dos vidros (nas torres dos elevadores), instalação das tubulações elétricas e todas as adequações viárias necessárias no entorno da rodoviária. No intuito de coibir a passagem pelo canteiro central, foram instalados gradis metálicos, iluminação de LED, fomentando a realização de uma travessia segura.

 

“Desde o início da obra, foram priorizados no trabalho de sinalização da região.Tudo foi executado de forma a evitar transtornos para que a população seja prejudicada” comentou o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.

 

“Esse é mais um sonho realizado atendendo aos anseios da população, o setor hoteleiro e para o trânsito. Pedimos o apoio e compreensão da população para não tentar atravessar a avenida. Utilizem a passarela. Estamos trabalhando para fazer de Cuiabá cada vez uma cidade mais segura e melhor de se viver”, reforçou Emanuel Pinheiro. 

 

A empresa Lotufo Engenharia foi a vencedora da licitação para prestação do serviço, que tem um valor estimado em R$ 2.517.823,12, e vai substituir o semáforo e a faixa de pedestres que era instalados neste ponto da via, evitando a formação de filas de veículos. “Conforme levantamento, em horário de pico, o fechamento do semáforo travava o tráfego, prejudicando até mesmos os motoristas que ainda não saíram do centro. Então, por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, essa é mais uma obra que irá garantir mais agilidade e fluidez ao trânsito”, explicou Antenor Figueiredo. (Com informações da assessoria)

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 14/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,55 1,73%

Algodão R$ 90,00 -0,31%

Boi a Vista R$ 135,67 0,25%

Soja Disponível R$ 73,20 0,55%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.