Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 31/03/2020

Cidades - A | + A

CENTRO DE CUIABÁ 26.12.2019 | 14h58

Entusiastas da cultura lamentam retirada de escultura vanguardista de praça

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Obra do artista plástico e poeta Wlademir Dias-Pino, que estava localizada em uma das pontas da praça 8 de Abril, no topo da avenida Getúlio Vargas, em Cuiabá, foi retirada na reforma promovida pela Prefeitura de Cuiabá. Entusiastas da arte e cultura na Baixada Cuiabana criticaram a decisão e cobraram do Executivo municipal, que deve voltar atrás.

 

Em publicação feita em rede social, o advogado e membro da Academia Mato-grossense de Letas, Eduardo Mahon, lamentou a retirada no ano em que Cuiabá completou 300 anos. 

 

Leia também - Saiba o valor de cada taxa que será cobrada pelo Detran em 90 dias

 

Apesar de não ser cuiabano de nascimento, Wlademir veio do Rio de Janeiro ainda criança com a família. Mas, foi na cidade que ele fundou, em 1948, o Intensivismo, movimento concretista. O artista morreu no ano passado.

 

Já o editor de livros Ramon Carlini, comentou que o ato demonstra à falta de respeito e que mostra a "pequenez daqueles que nos governam". "Sinto que não verei evolução dessa mentalidade. Por mais que nos manifestemos os ouvidos sempre serão moucos”, disse.

 

Pró-reitor de Cultura, Extensão e Vivências da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Fernando Tadeu, afirmou que ainda não acredita que a obra tenha sido retirada da praça. “A obra, na minha opinião, mostrava uma Cuiabá aberta e de diálogo, aliás, uma grande sacada do artista, permitindo ainda outras sensações”. 

 

A obra de Dias-Pino foi instalada em outubro de 2008, quando a praça passou por revitalização. Batizada como "Árvores de Todos os Povos", foi feita em homenagem ao colega cuiabano e também poeta, Silva Freire. 

 

Com a reforma, ganhou lugar uma pedra com tuiuiús que parece estar suspensa pelos jatos de água que saem da fonte, tudo isso cercada por outras pedras. 

 

Apesar de a obra não ter caído no gosto de muitas pessoas, no feriado de Natal, que passou pelo local aproveitou para tirar fotos. Em nota, a prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, informou que a obra está guardada e em seguida. Além disso, informou que pode ser realocada em outro ponto da praça ou até mesmo outra área pública.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

MARCIO EÇA - 26/12/2019

SEMPRE Achei que fosse o w de wilson santos, até porque foi ele que pagou ou não pagou eis a questão .kkkk

1 comentários

1 de 1

Enquete

Levando em consideração as condições sanitárias do país, você optaria por:

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 31/03/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,85 -0,79%

Algodão R$ 94,58 -0,47%

Boi a Vista R$ 135,67 0,00%

Soja Disponível R$ 65,20 0,31%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.