Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 25/09/2020

Cidades - A | + A

Mais 14 dias 23.07.2020 | 22h20

Juiz prorroga quarentena em Cuiabá e VG e multa Emanuel em 200 mil

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

O juiz José Luiz Leite Lindote decidiu prorrogar a quarentena em Cuiabá e Várzea Grande em mais 14 dias. Com isso, o comércio em geral e serviços não essenciais permanecem fechados até o dia 6 de agosto, para evitar aglomerações e conter o avanço do novo coronavírus na Região Metropolitana. O juiz ainda multou o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) em R$ 200 mil por ter demorado a emitir o decreto de quarentena na cidade. 

 

Para reforçar sua decisão quanto a necessidade de quarentena e de medidas de isolamento nas duas cidades, Lindote destadou que o boletim epidemiológico desta quinta-feira (23) mostra que as duas cidades ainda estão classificadas como de alto risco para o contágio pelo novo coronavírus. O juiz lembrou que um decreto do governo impõe a classificação de risco e o prefeito não pode abrir mais que o determinado em sua zona de classificação. 

 

O juiz ainda destacou que vem sofrendo críticas do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e aproveitou para apontar o que classificou como omissões do emedebista, citou atrapalhada do prefeito ao impor rodízio por CPF e de veículos e depois ter que voltar atrás. 

 

Também citou o fato do secretário de Ordem Pública de Cuiabá, Leovaldo Sales, responsável por fiscalizar aglomerações e estar na organização do funeral do pastor Sebastião Rodrigues de Souza.  Por essa razão, o juiz aplicou multa de R$ 100 mil a Emanuel e de R$ 100 mil ao coronel Sales.  

 

Quanto a demora na edição de decreto mandando fechar a cidade, o juiz entendeu que na ocasião o prefeito queria demonstrar desrespeito às normas e motivar os cuiabanos a não cumprirem a determinação judicial. 

 

O juiz quer o deposito do valor da multa pagos em até 5 dias. Para isso, determinou até mesmo bloqueio nas contas através do sistema Bacenjud.  

 

Outro lado

 

Após decisão de prorrogação da quarentena coletiva obrigatória em Cuiabá por mais 14 dias, determinada pelo juiz José Luiz Leite Lindote, da Vara da Fazenda Pública de Várzea Grande, na noite desta quinta-feira (23), a Prefeitura de Cuabá informa que o prefeito Emanuel Pinheiro irá tomar conhecimento da íntegra da decisão e, após ser formalmente notificado, irá se manifestar. 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Adriana Lopes de Andrade - 26/07/2020

Mas agora o Governador liberou 100% dos comércios ,qual decreto então que vale ninguém tá entendendo nada.

Hommer - 24/07/2020

Parabéns ao Judiciário, mas de nada adianta prorrogar a Quarentena se não obrigar o Prefeito a fazer valer as determinações. O comércio não cumpre e só reclama. A população não cumpre e só reclama. A prefeitura não fiscaliza, faz política com a Pandemia e só reclama. Ai não vai funcionar mesmo e vamos continuar vendo pessoas morrendo e morrendo e morrendo. Cada um tem que fazer a sua parte e para de Reclamar. A SORP e a PM tem que estar nas ruas MULTANDO todos que não cumprirem as determinações de restrições. Brasileiro só faz se doi no bolso.

Roberto - 24/07/2020

Quero saber de onde vai sair o dinheiro para pagar a multa? Da conta do prefeito ou da prefeitura?

Adriana - 23/07/2020

Não precisamos mais de governador e Prefeitos. Já temos Juiz que manda e desmanda nossas cidades. Nós eleitores jogamos nosso voto no lixo, só gastamos tempo em ir votar, se já temos ditador.

Michele Igesca - 23/07/2020

Boa noite gostaria de saber, para onde vai esse dinheiro da multa? Para saúde ou educação? Ou para pandemia? Fiquei curiosa para saber.

Marcelo - 23/07/2020

Depois que fechou os casos triplicaram. Quando as pessoas vão trabalhar, ficam naquele local normalmente elas não circulam muito, é só um imbecil para achar que as pessoas ficam trancadas em casa esperando para morrer de fome. Mas como esse juiz que você de dinheiro público não perdeu um centavos da sua renda não tem problemas. Espero que os Prefeitos recorram dessa decisão esdrúxula.

Antônio Gabriel dá Silva - 23/07/2020

Vocês do poder público estão com os seus salários garantidos mais nós assalariados estamos passando fome contas a cumulado e etc estamos vivendo de sacolão . muitos amigos paí e mãe de família mandando mensagem chorando passando necessidade isso vocês não pro cidadão de a onde tá o. Corações de vocês

7 comentários

1 de 1

Enquete

Onze candidatos disputam o Senado, você acha que o número amplia o leque de propostas ou mostra a desunião da classe política?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 24/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,90 -3,99%

Algodão R$ 93,75 -0,18%

Boi a Vista R$ 135,50 0,37%

Soja Disponível R$ 74,20 -1,07%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.