Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 24/09/2020

Cidades - A | + A

Lei morta 21.01.2020 | 16h50

Justiça considera inconstitucional lei que autoriza venda de bebidas alcoólicas em estádios

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Secom-MT

Secom-MT

Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) declarou inconstitucional lei municipal que autoriza a venda e o consumo de bebidas alcoólicas em estádios e arenas desportivas na cidade. 

 

Leia também - MT registra 87 assassinados de mulheres em 2019

 

 

Ação Direta de Inconstitucionalidade foi proposta pela Procuradoria-Geral de Justiça do Estado com base no argumento de que a lei viola artigos da Constituição Estadual e Constituição Federal.  

 

“A União editou a Lei Federal nº 10.671/2003, que instituiu o Estatuto do Torcedor, condicionando, expressamente, em seu art. 13-A, inciso II1, o acesso e a permanência do torcedor no recinto esportivo a não portar objetos, bebidas ou substâncias proibidas ou suscetíveis de gerar ou possibilitar a prática de atos de violência”. 

 

Conforme o argumento do Ministério Público, baseado na Política Nacional sobre o Álcool, compete ao Governo a adoção de medicas discutidas democraticamente que atenuem e previnam danos resultantes do consumo de álcool em situações específicas como eventos de massa. 

 

Por isso, o município de Cuiabá não pode contrariar a normal geral e autorizar o consumo de bebidas alcoólicas. Ainda conforme o documento, o consumo do álcool tem relação com diversos tipos de violência, principalmente se for considerado os ânimos de um evento esportivo, em que há 'paixão pelos times, aglomeração de pessoas e frustração por resultados'. 

 

"Nessa ótica, a proibição de venda e consumo de bebidas nos estádios é medida que traz segurança e tranquilidade aos frequentadores daqueles locais e seus familiares. Neste cenário, não restam dúvidas acerca da necessidade de extirpar do ordenamento jurídico a Lei municipal nº 6.040/2016, de Cuiabá-MT”, finalizou o Ministério Público. 

 

Procurada, a Federação Mato-Grossense de Futebol informou que representa os clubes no âmbito esportivo e, portanto, apenas respeita a decisão da Justiça.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Onze candidatos disputam o Senado, você acha que o número amplia o leque de propostas ou mostra a desunião da classe política?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 24/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 17,70 0,00%

Algodão R$ 95,29 -1,48%

Boi a Vista R$ 133,00 0,00%

Soja Disponível R$ 72,20 0,84%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.