Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Cidades - A | + A

75 óbitos em MT 02.06.2020 | 17h01

Últimas 8 vítimas da covid-19 pertenciam ao grupo de risco

Facebook Print google plus
Eduarda Fernandes

eduarda@gazetadigital.com.br

Reprodução

Reprodução

Das 8 mortes causadas pela covid-19, confirmadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nas últimas 24 horas em Mato Grosso, todas as vítimas pertenciam ao grupo de risco por idade ou por apresentarem comorbidades. Nesta terça-feira (2), o Estado contabiliza 75 mortes causadas pelo novo coronavírus, além de 2.636 casos confirmados da doença conforme a última nota informativa da SES divulgada no dia anterior. 

 

O apurou que as 3 vítimas registradas pelo município de Várzea Grande são Maria Aparecida dos Santos, 84 anos, Alvino Alves de Souza, 88 anos, e Odit Mendes dos Santos, 57 anos.

 

Leia também - 8 mortos pela covid-19 em 24 horas e MT chega a 75 óbitos

 

Maria Aparecida dos Santos foi internada no dia 14 de maio na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Farid Seror, localizada no Grande Cristo Rei. Ela apresentava, há uma semana, tosse seca, fraqueza e fadiga. Maria era hipertensa. Seu quadro evoluiu para gravíssimo e com a covid-19 confirmada em teste rápido, ela foi transferida para o Hospital Estadual Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, mas não resistiu e morreu nesta terça.

 

Alvino Alves de Souza era portador de alzheimer e hipertensão. Ele estava acamado e era deficiente visual. Foi atendido no Hospital Pronto Socorro de Várzea Grande no dia 23 de maio. Com febre constante e tosse seca há pelo menos 13 dias, o quadro evoluiu para parada cardiorrespiratória e após reanimação cardiopulmonar, foi diagnosticado com covid-19 por teste rápido. Em seguida, foi encaminhado para o Hospital Metropolitano, onde permaneceu internado até esta terça, mas faleceu.

 

Odit Mendes dos Santos sofria de insuficiência cardíaca, insuficiência renal, obesidade, hipertensão e diabetes. Ele procurou o Hospital Amecor, em Cuiabá, no dia 17 de maio, onde ficou internado até o dia 23 para tratamento de miocardiopatia. No dia 25 ele apresentou sintomas de febre, tosse e vômito, mas procurou o hospital somente no dia 29, por volta das 16h, já com quadro de insuficiência respiratória aguda grave. Odit morreu no mesmo dia às 23h50.

 

No dia do atendimento (29) ele foi submetido ao teste rápido e o resultado foi negativo. Contudo, no exame RT-PCR, cujo resultado saiu nesta terça, foi confirmada a causa básica do óbito para covid-19.

 

Cuiabá

As duas vítimas notificadas pela Capital eram uma mulher de 72 anos que estava internada no Hospital de Referência para covid-19 e foi a óbito nesta segunda-feira (1º), à noite, e um homem de 67 anos, que estava internado na UPA Pascoal Ramos desde a madrugada de segunda. Ele era diabético e hipertenso e chegou com um quadro de insuficiência respiratória aguda e morreu na manhã desta terça.

 

Rondonópolis

O município de Rondonópolis confirmou a morte de uma mulher de 63 anos por covid-19. Ela foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com sintomas de febre, tosse, dor de garganta, diarreia, vômito e dispneia no dia 29 de maio. Apresentava sintomas desde o dia 26 de maio. A paciente foi transferida no mesmo dia (29) para um leito de UTI na Santa Casa e morreu na mesma data às 20h30. A paciente era cardiopata e hipertensa. A confirmação da causa da morte foi divulgada nesta terça.

 

Tangará da Serra

Moradora de Tangará da Serra, Creuza Teixeira dos Santos, de 68 anos, morreu na noite dessa segunda. Ela estava internada em uma unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Santa Ângela por causa de um AVC, sofrido no dia 19 de maio. A vítima era hipertensa e diabética.

 

Confresa

José Lopes, professor de 62 anos, foi primeira morte por coronavírus do município. Ele estava internado desde quinta-feira (28) e tinha depressão, hipertensão e obesidade. João faleceu na Unidade de Pronto-atendimento (UPA) enquanto aguardava uma vaga de UTI em Cuiabá. Ele era muito conhecido no município.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Gisele Santos - 03/06/2020

O professor João Lopes, morreu "aguardando uma vaga na UTI em Cuiabá?" Não estou entendendo!!! Nossos queridos governantes, disseram q está tendo leitos de UTI disponíveis! E agora? Quem pode esclarecer?

1 comentários

1 de 1

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,00 1,60%

Algodão R$ 93,08 -0,08%

Boi a Vista R$ 135,88 0,18%

Soja Disponível R$ 62,90 -2,48%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.