Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 21/10/2020

Cidades - A | + A

PRECISA DE R$ 85 MIL 25.08.2020 | 14h31

Motorista de aplicativo pede ajuda para custear tratamento de câncer em SP

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

Há um ano e meio, Luis Paulo faz tratamento para um câncer cerebral, mas sem sucesso no tratamento. Na esperança de que a doença se amenize, ele está em São Paulo para uma terapia experimental e precisa de ajuda para pagar as despesas médicas. Ele passará por cirurgia nesta terça-feira (25) e começará o novo tratamento no próximo mês.


Leia também -Polícia investiga se homem tentou matar esposa queimada em Sorriso

 

Conforme contou ao , a doença foi diagnosticada há quase dois anos. Ele estava sozinho em casa quando caiu e bateu a cabeça. Com a pancada, o rapaz ficou atordoado, mas nada que o preocupasse a ponto de procurar atendimento médico.
Como não se sentia bem, uma amiga passou alguns dias com ele e, depois, Luis Paulo ficou na casa da mãe. Como o mal estar não passava, o homem procurou atendimento médico e foi submetido a exame de imagem.


“Lá o médico já viu o tumor do tamanho de um limão. Já fiquei internado e fui operado. Mas o câncer não tem cura. Vão ficar me operando toda vez que voltar até quando eu aguentar ou perder os movimentos”, contou.


Desde que operou, ele faz radioterapia e quimioterapia, mas os tratamentos têm surtido pouco efeito no combate a doença. Por conta das inúmeras pesquisas feitas em busca de alternativas que garantam melhor qualidade de vida, o rapaz encontrou um tratamento experimental desenvolvido pelo Departamento de Imunologia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, em parceria com o Hospital do Coração, desenvolveram uma vacina para combater o glioblastoma. Ele se voluntariou e está em São Paulo com a mãe.


A vacina utiliza células dendríticas para ativar uma resposta mais eficaz do próprio sistema de defesa do paciente. É uma alternativa para que o corpo do doente lute contra a doença.


O tratamento é grátis, mas a operação que precisa fazer para que o material esteja disponível ao hospital custa R$ 85 mil e, para levantar esse valor, o rapaz está pedindo ajuda de todos. Além disso, há as despesas para a manutenção dele e da mãe na capital paulista. Luis Paulo trabalhava como motorista de aplicativo antes de ficar doente e não recebe nenhum tipo de auxílio.


Quem puder ajudar com qualquer quantia pode fazer depósito no Banco do Brasil agência 2128-8, Conta Corrente 9636-9, CPF 344.853.411-00 em nome de Rosa Helena de Lucena Borges. Mais informações sobre o caso do rapaz e ajuda podem ser obtidas pelos telefones (65) 9 9281 3680 ( Rosa Helena mãe de Luis Paulo) ou (65) 99331-3773.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 21/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.