Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 15/10/2019

Cidades - A | + A

atropelamento e morte 12.08.2019 | 16h40

Mulher de ex-deputado está sob efeitos de remédios e ainda não prestou depoimento

Facebook Print google plus

Reprodução/GD

Reprodução/GD

A empresária Lidiane Campos, esposa do ex-deputado Adilton Sachetti, teve o carro atacado por motociclistas logo após se envolver em um acidente com um motoqueiro que matou uma criança de 3 anos. Ela ainda não foi ouvida e aguarda intimação da Polícia Civil e não atualiza sua rede social há 3 dias.  Muito abalada e mulher precisou ser medicada. O velório da criança acontece na tarde desta segunda-feira (13), em Rondonópolis.

 

Leia também -Mulher de Sachetti bate em moto, fere 2 e mata criança

 

Lidiane Campos bateu o veículo que dirigia contra uma moto ocupada por 3 pessoas. Uma criança de 3 anos estava sentada entre o pai e madrasta, na motocicleta. Com a batida, ela caiu e bateu a cabeça no asfalto. Todos foram encaminhados para Hospital Regional de Rondonópolis e o menor morreu logo ao chegar à unidade.

 

O advogado Wilson Lopes, que acompanha a empresária, afirma que ela não fugiu, como foi noticiado. Mas ficou muito abalada e parou o carro metros a frente do ponto de colisão.

 

Lopes contou ao que, no hospital, passou seu contato para a tia da criança para que ligassem caso precisassem de apoio. “Nos colocamos à disposição para dar todo o suporte necessário à família, mas eles não quiseram conversar”.

 

O jurista afirma que quando chegou ao local, as pessoas já estavam sendo levadas e as testemunhas informavam versões contraditórias sobre como aconteceu a batida. Ainda não há informações sobre quem invadiu a preferencial e causou a colisão. A defesa aguarda resultado da perícia, que irá apontar as causas do acidente.

 

Após o acidente, a mulher foi perseguida por motociclistas que passavam pelo local e batiam com capacetes na janela do carro. Um conhecido passava pelo local e ajudou a motorista a sair do local.

 

“Ela não estava correndo. Já ia virar naquela rua para chegar em casa. Ainda não sabemos como tudo aconteceu.
Depois da batida, a empresária ficou muito abalada e foi medicada. Até à tarde desta segunda ela ainda não tinha prestado depoimento à polícia.

 

A reportagem tentou contato com o o ex-deputado federal Adilton Sachetti (PRB), mas ele não atendeu as ligações e não respondeu as mensagens. Pessoas próximas dizem que ele está muito abalado com toda a situação. A casa onde o casal mora amanheceu com os muros de vidro pichados.

 

Com 303 mil seguidores em sua rede social, a influencer famosa por postagens em que mostra seu estilo de vida, não atualiza a página há 3 dias.

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Ter um diploma leva a uma maior remuneração?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 15/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,00 -1,92%

Algodão R$ 94,92 0,04%

Boi a Vista R$ 138,00 0,00%

Soja Disponível R$ 67,50 -0,74%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.