Publicidade

Cuiabá, Domingo 20/09/2020

Cidades - A | + A

só ficou dentadura 10.08.2020 | 09h41

Ossadas de mulheres são furtadas de cemitério em Várzea Grande

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Ossadas de duas mulheres enterradas no cemitério da Passagem da Conceição, em Várzea Grande, foram furtados na madrugada de quinta-feira (6). Os suspeitos arrombaram os túmulos e levaram todos os ossos. Em uma das gavetas, só ficou uma dentadura e ossos miúdos para trás. O crime foi denunciado pelo trabalhador do local.


Leia também -Verba desviada da Assembleia Legislativa pagava de funeral e formatura

 

O responsável pela manutenção do cemitério, Ivo Nunes, informou ao que todos os dias vai ao local para averiguar se precisa de reparos ou limpeza. Ele também faz serviços na praça, praia e outros pontos do distrito várzea-grandense.

 

João Vieira

Cemitério passagem da Conceição / Ossos Roubados / Ossada

 

Por volta das 13h de quinta, como de costume, quando percebeu uma placa logo na entrada no cemitério. O objeto ficava afixada em um dos túmulos. Diante do fato incomum, ele averiguou o túmulo de onde faltava a placa e logo viu os cacos de tijolo que indicavam o arrombamento.


“Eles arrombaram com uma cruz e arrancaram com tudo. Já não tem mais caixão e levaram com o pano em volta tudo. Ficou só a dentadura”, contou o trabalhador. O túmulo ao qual o servidor se refere é de Ayr Fontes de Campos.


A mulher faleceu em 2006 e foi enterrada no mesmo espaço que o filho. Ele foi sepultado na parte de baixo e a Ayr Fontes na gaveta de cima.


Quando a equipe do esteve no local, o neto da vítima estava cemitério e disse que Ivo Nunes ligou para um irmão, que o avisou. A família registrou boletim de ocorrência sobre o furto.


“O pessoal vai vir mais tarde. É túmulo do meu pai e da minha avó. Tem outros parentes enterrados aqui também, porque atende a moradores da comunidade. Ficamos muito tristes”, conta Luciano Jorge Silva Campos, neto de Ayr Fontes.


O segundo esqueleto furtado foi de Adelina Francisca Sena, enterrada em 1991. O túmulo foi totalmente arrombado na parte da frente e levados todos os ossos. A família da vítima compareceu no mesmo dia ao local e já registrou boletim de ocorrência.

 

João Vieira

Cemitério passagem da Conceição / Ossos Roubados / Ossada

 Túmulos foram arrombados

O trabalhador do local disse que nos 4 anos em que faz a manutenção do cemitério, nunca viu caso semelhante. No entanto, contou que o responsável pelo local antes dele já registrou furto de ossos.


Ele conta que os suspeitos pularam o muro para entrar e sair do espaço. Acredita que o material deva ser usado para rituais macabros.


O caso foi registrado na Polícia Civil de Várzea Grande, que irá investigar o desaparecimento do material.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Onze candidatos disputam o Senado, você acha que o número amplia o leque de propostas ou mostra a desunião da classe política?

Parcial

Edição digital

Domingo, 20/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,60 1,51%

Algodão R$ 93,54 -1,51%

Boi a Vista R$ 136,00 0,74%

Soja Disponível R$ 65,20 0,31%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.