Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 22/10/2019

Cidades - A | + A

EM escolas 18.03.2019 | 10h10

Polícia monitora existência de mais grupos para ataques em escolas

Facebook Print google plus
Andréia Fontes, editora de A Gazeta

redacao@gazetadigital.com.br

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Setor de inteligência da Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), da Polícia Civil (PJC), realiza na manhã desta segunda-feira (18) o monitoramento da existência de grupos criados no Estado com ameaças de ataques em escolas, como o "Massacre União e Força" de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá).

 

Leia também - Grupo de alunos de Cáceres planeja massacre em escola como o de Suzano

 

Responsável pela Gecat, o delegado Eduardo Botelho afirma que  o caso de Cáceres já é acompanhado pela gerência. Aponta, no entanto, que haveriam vários outros espalhados no Estado. "A polícia tem que monitorar a existência destes grupos, pois não sabemos se existem para planejar um crime ou para propagar um trote".

 

Botelho enfatiza que um crime só existe se entrar na fase de execução. Ou seja, o simples fato da formação destes grupos e comentários de ataques não são considerados crimes. Na chamada fase preparatória, o que a Polícia Civil pode fazer é encaixar os autores e participantes em  ato de terrorismo. 

 

O delegado afirma que ainda nesta segunda-feira a Gecat terá um levantamento do que foi criado em Mato Grosso e passará a acompanhar o que os integrantes estão fazendo. 

 

Em Cáceres, os 18 integrantes do grupo "Massacre União e Força", da escola estadual União e Força, começam a ser ouvidos hoje na Delegacia da Adolescência. Este grupo ameaça um ataque na unidade escolar cacerense, a exemplo do que ocorreu em Suzano (SP), na semana passada, e foi denunciado pela própria diretora da unidade e por pais de alunos na sexta-feira.

 

Em nota divulgada no final da tarde de ontem a escola "União e Força" afirmou que todas as atividades letivas permanecerão normais. Enfatizou que todas as providências possíveis foram tomadas para garantir a segurança de todos da unidade escolar. Hoje, às 17h, será realizada uma reunião na escola "para esclarecer quaisquer dúvidas sobre a notícia divulgada hoje".

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre o comportamento do governo federal frente ao derramamento de óleo no Nordeste?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 22/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,95 0,76%

Algodão R$ 91,75 0,14%

Boi a Vista R$ 125,20 0,16%

Soja Disponível R$ 65,00 0,31%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.