Publicidade

Cuiabá, Sábado 19/09/2020

Cidades - A | + A

NOVA ELEIÇÃO 02.05.2020 | 15h52

População quer que vaga de Selma fique sem representante

Facebook Print google plus

A Gazeta

A Gazeta

Após a cassação da ex-senadora Selma Arruda (Podemos), por caixa 2 e abuso de poder econômico durante a campanha para o Senado em 2018, Carlos Fávaro (PSD) está ocupando por enquanto a cadeia da ex-juíza. O então quis saber: “Na sua opinião, Carlos Fávaro deve ficar no cargo de senador?”.


O resultado da enquete, aberta para votação desde o último sábado (25), demonstrou que grande parte dos mato-grossenses acredita que o cargo fique sem representação até a realização de nova eleição. Ao todo, 65% votaram nesta opção.


Em seguida, 21% espera que o terceiro mais votado deveria ficar no cargo por todo mandato. Por fim, 14% optou que Fávaro deve continuar no Senado até a nova eleição.

 

Leia também - População cuiabana quer ir à igreja quando isolamento acabar


Em seguida, 21% espera que o terceiro mais votado devesse ficar no cargo por todo mandato. Por fim, 14% optou que Fávaro devesse continuar no Senado até a nova eleição.


No dia 10 de abril de 2019, o TRE cassou por 7 votos a zero a candidatura de Selma Arruda e seus suplentes, determinando a realização de novas eleições. Selma recorreu da decisão o que a manteve no cargo, já que o recurso é automaticamente suspensivo.


Em 25 de julho a Corte Eleitoral mato-grossense manteve a cassação por unanimidade, rejeitando os embargos de declaração da defesa de Selma Arruda. Com isso o recurso subiu para TSE. No dia 4 e 10 de dezembro deste mês, o TSE julgou os embargos de declaração de Selma a manteve a cassação por 6 a 1, e a convocação de novas eleições mesmo com os recursos que a senadora cassada possa entrar.


No entanto, por conta da pandemia do coronavírus, as eleições foram adiadas, e a cadeira de Selma continua sem representantes. Fávaro está como senador de Mato Grosso até que haja uma nova eleição ao Senado

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Ze da roça - 02/05/2020

O TRE E O TSE NÃO REPRESENTA O POVO E NEM O BRASIL, COLOCAR ALGUÉM PRA ASSUMIR UMA CADEIRA QUE NÃO GANHOU, ABSURDO! SÓ QUE OS TRIBUNAIS NO BRASIL ESTAO ACHANDO QUE ESTÁ ACIMA DO BEM E DO MAL. MUITOS DIZEM OS RIOS QUE TUDO ARRASTA MAS NÃO DIZEM ÀS MARGENS QUE SE COMPRIMEM. TODOS OS TRIBUNAIS LEVA VIDA FARTURA DINHEIRO RIQUEZA E NÃO SABE QUE O PAÍS ESTÁ PRESTE UMA GUERRA CÍVIL POR QUE ELES NÃO MENSURA A DOR DIFICULDADE FOME MISÉRIA QUE O POVO BRASILEIRO esta vivendo PODE SER QUE NÃO CONSIGA NEM ESCAPAR

1 comentários

1 de 1

Enquete

Denúncias de mulheres contra agressores demoram vir à tona por conta de posição social?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 18/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,40 -0,49%

Algodão R$ 92,82 0,24%

Boi a Vista R$ 127,00 0,00%

Soja Disponível R$ 66,20 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.