Publicidade

Cuiabá, Sábado 08/08/2020

Cidades - A | + A

conservação 10.07.2020 | 15h02

Programa de combate a perdas chega ao Boa Esperança e região

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Ao primeiro olhar, é possível enxergar apenas uma ação operacional ligada ao abastecimento de água. Mas basta destinar um pouco mais de atenção para perceber que os benefícios do Programa de Combate a Perdas de água tratada vão muito além dos resultados imediatos, como a redução no índice de vazamentos. É questão de responsabilidade com os mananciais. Conter perdas, em médio prazo, contribui diretamente com a preservação dos rios Cuiabá e Coxipó, que abastecem a capital mato-grossense. Neste mês de julho, as ações antiperdas  realizadas pela Águas Cuiabá chegam ao Boa Esperança e outros sete bairros da região.

 

Ao longo do mês, Jardim Nossa Senhora Aparecida, Vista Alegre, Jardim Gramado, Coophema, Jardim Alencastro, Jardim Shangri-lá, Jardim Califórnia e Boa Esperança receberão equipes da concessionária. Em números, isso significa vistoriar aproximadamente sete mil metros de tubulações de abastecimento.

 

Além da verificação dos vazamentos realizados através de georradares e geofones, a execução dos trabalhos compreende a instalação de Distritos de Medição e Controle (DMC’s). Metodologia utilizada no combate e redução de perdas, a implantação dos DMCs consiste em dividir uma rede de abastecimento de água em áreas, para realizar, rotineiramente, seu monitoramento e gestão a partir da macromedição dos sistemas.

 

Com a técnica, é possível analisar e controlar com mais a eficiência os níveis de pressão e vazão de água em áreas de menor abrangência, contribuindo para redução das perdas em cada região. “Somente na região sul da cidade, foram instalados 27 DMCs. Eles nos permitem monitorar com precisão o mais novo sistema de abastecimento de água tratada da cidade, o Sistema Sul, colaborando com sua eficiência operacional”, explica o diretor geral da Águas Cuiabá, William Figueiredo.

 

Resultados – Em três meses, o Programa de Combate a Perdas da concessionária percorreu mais de 100 bairros de Cuiabá. No total, 562 quilômetros de redes de abastecimento foram vistoriados, tendo sido reparados mais de mil vazamentos. Todos os trechos receberão, ao longo do ano, novas visitas das equipes técnicas. “Reduzir perdas é um desafio de grande parte das cidades brasileiras e é um trabalho permanente. Diferentes razões podem ocasionar danos às tubulações.

 

Quanto antes os danos forem localizados e reparados, maior será a eficiência das ações”, enfatiza o diretor, ressaltando que a redução de perdas está entre as prioridades da concessionária, Prefeitura Municipal e órgão regulador (Arsec). No que se refere aos furtos de água (gatos),  que provocam grande parte das perdas de água tratada, Figueiredo lembra que o apoio recebido pelas forças de Segurança Pública (Polícia Civil e Politec) tem sido fundamental no combate a esse crime que prejudica o sistema de abastecimento e, por consequência, a toda a comunidade. 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,05 -5,16%

Algodão R$ 98,91 -0,19%

Boi a Vista R$ 135,75 0,06%

Soja Disponível R$ 70,00 -1,41%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.