Publicidade

Cuiabá, Domingo 05/04/2020

Cidades - A | + A

DEU EM A GAZETA 07.12.2019 | 08h25

Recital Solidário canta Luar de Cuiabá no Teatro Zulmira Canavarros

Facebook Print google plus
Luiz Fernando Vieira

luferna@gazetadigital.com.br

Henrique Santian

Henrique Santian

Uma tradição que completa 16 edições, o Recital Solidário Canto Alegria chega ao ano 2019 com os mesmos objetivos, mas desta vez uma temática muito especial. O espetáculo, que será realizado neste sábado (7), às 20h, no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, celebra os 300 anos de Cuiabá unindo música e artes cênicas para reverenciar a cultura regional. A meta é a mesma da edição 2018: ajudar a obter 10 mil brinquedos que serão distribuídos às crianças carentes dentro da campanha Natal da Solidariedade, do Grupo Gazeta de Comunicação.  

 

Com o nome Luar de Cuiabá, o recital celebra o aniversário da Capital presenteando o público com ritmos regionais mato-grossenses. Trata-se de um dos mais tradicionais eventos do gênero no estado, que contabiliza mais de 100 mil brinquedos arrecadados e milhares de crianças atendidas. Sempre no final de ano, uma equipe de músicos, produtores, atores, diretores, técnicos e amigos entra em cena, sob o comando da regente Sonia Mazetto, para fazer acontecer mais uma edição do Canto Alegria.    

 

Leia também - Sorteio do Nico Baracat 3 será até dia 23, diz secretário de Habitação

 

É um espetáculo que surgiu em 1993, do desejo da idealizadora em proporcionar às crianças de comunidades carentes da Grande Cuiabá o encanto que um presente de Natal pode causar. Esse desejo encontrou no Natal da Solidariedade do Grupo Gazeta de Comunicação o parceiro ideal para alcançar seus objetivos. O projeto este ano chega à sua 26ª edição buscando tornar-se ainda maior do que no ano anterior. A expectativa em 2019 é chegar a 30 toneladas de donativos, que irão se somar aos 10 mil brinquedos projetados para este ano.   

 

Sonia ressalta que o grande objetivo do recital é mesmo a solidariedade. “Inclusive estamos esta semana toda com o receptivo aqui no ponto de coleta em Várzea Grande. São brinquedos usados em bom estado e toda a renda que obtivermos com o evento vai ser revertida para compra de brinquedos novos. Nossa meta é a mesma do ano passado e na semana que vem começa o trabalho de triagem, para fazer os kits, com os voluntários, para entrega no dia 18 de dezembro”, explica.

 

O ponto de coleta a que ela se refere é seu consultório, que fica na Rua Realeza, número 15, próximo à Prefeitura de Várzea Grande - há também um posto no Grupo Gazeta de Comunicação. “Já recebemos bastante doação. É muito legal porque a cada ano a gente vê mais consciência das pessoas. Tem muita criança que as mães ensinam a colocar numa sacolinha os brinquedos que não usam mais e trazer. O meu neto já entregou os que não usa mais para dar para outras crianças. Isso é muito legal. Para muitas crianças não faz diferença, porque tem muitos, mas para outras é tudo. As crianças carentes ficam numa alegria de receber esses brinquedos diferentes que você não imagina”, conta Sonia.  

 

A apresentação  

A regente adianta que Luar de Cuiabá trará o mesmo clima que caracteriza os 3 discos lançados pelo Coral Mato Grosso, a atração musical da noite. Regido por ela, o grupo se notabiliza por seguir uma linha baseada no regional matogrossense. “Nós montamos um repertório que passeia entre esses discos, que por todos esses anos de trajetória do coral e escolhemos umas peças em que faremos menção a essa questão do Mato Grosso e também de Cuiabá”, descreve.  

 

Como nos anos anteriores, destacamse participações muito especiais. Uma delas é a do premiado grupo Flor Ribeirinha. Sonia cita ainda o casal Beth Matogrosso e Davi Getúlio, dois conhecidos músicos da cidade. Mas não fica só nisso. “Vamos fazer diferente este ano. Além das músicas também vai ter stand ups e interferências de artistas falando sobre as coisas daqui. Vamos misturar o cênico com a questão musical”, salienta.    

 

A coordenadora do recital anuncia para essa parte cênica a participação do ator Gonçalo Cristiano de Arruda, com sua Comadre Gonira, já bem conhecida do público que acompanha as apresentações do Coral Mato Grosso. “O outro é um personagem que nasceu também dentro do grupo com essa necessidade cênica, que é o Chico Petchero, interpretado por José Luiz Oliveira, um personagem bem cuiabano. Eles formam um casal, então o tempo inteiro essa interferência deles ocorrerá durante a apresentação”. A cenografia também vem fortemente influenciada pela cultura cuiabana, conta a regente.   

 

O recital vem, então para encerrar as comemorações do ano pelo tricentenário da Capital unindo arte e solidariedade. 

 

SERVIÇO - O Recital Solidário Canto Alegria 2019 será realizado neste sábado (7), às 20h, no Teatro Zulmira Canavarros, com renda revertida para a compra de brinquedos para crianças carentes. Mais informações: 65 9.9982-6370. Também são colaboradores do Natal da Solidariedade o 44º Batalhão de Infantaria Motorizada, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Águia Sul Transportes, Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Várzea Grande, Cruz Vermelha e Associação do Shopping Popular.

 

Leia mais notícias sobre Cultura na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Edição digital

Domingo, 05/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,85 0,48%

Algodão R$ 90,22 -0,34%

Boi a Vista R$ 136,50 0,37%

Soja Disponível R$ 58,20 -3,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.