Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 17/09/2019

Cidades - A | + A

Confira programação 17.08.2019 | 16h30

Reunião define estratégias de segurança durante Festival de Inverno

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Nos próximos dias 30 e 31 de agosto, começa um dos mais tradicionais eventos de Mato Grosso, a 34ª edição do Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães. Pensando no bem estar da população, a prefeita do município, Thelma de Oliveira (PSDB), e o vice-presidente do Grupo Gazeta de Comunicação, Carlinhos Dorileo, se reuniram na tarde de sexta-feira (16) com as demais autoridades para alinhar os preparativos finais do evento.

 

Apesar da crise econômica que aflige o país e o Estado de Mato Grosso, a prioridade do Grupo Gazera era de que o evento fosse gratuito. De acordo com Carlinhos Dorileo, a programação do festival ainda busca manter a regionalidade e o incentivo dos artistas e comerciantes locais.

 

Leia também - Grupo Gazeta lança Festival de Inverno com shows gratuitos

 

A agenda também foi pensada para atender as crianças, visando o entretenimento de toda a família. “Nós temos o curador, que é aqui da Chapada. As oficinas são dos moradores daqui, com os artistas da Chapada, e teve uma repercussão muito positiva. Então vamos repetir esse ano, para que também as crianças sejam contempladas nesse evento. Porque quando você fala de uma programação noturna, de festa, às vezes não há possibilidade de ter a participação das crianças”, explica.

 

Outro ponto principal, ainda conforme Dorileo, é a segurança pública.“O ponto alto do evento sempre foi a segurança. Já são vários anos com nenhum incidente que ocorre durante o festival, para que as famílias subam tranquilas e as famílias que moram em Chapada tenham tranquilidade de ter um evento família mesmo”, conta.

 

Para isso, durante todos os dias de shows, mais de 100 homens da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros estarão trabalhando em conjunto. Segundo o coronel Lupercio Cabral, os policiais irão atuar em diversas frentes, como cavalaria, viaturas e motocicletas, na prevenção de roubos, furtos e acidentes.

 

Somente na Polícia Militar, o efetivo contará com 90 homens. “Estivemos em Cuiabá essa semana, e pedimos apoio da Secretaria de Segurança Publica e ao nosso comandante regional, o qual já nos deu o parecer positivo que vai nos apoiar com efetivo, tanto com policiamento ordinário, que é aquele policiamento em meio ao público, quanto alguns policiamentos específicos”, disse.

 

O coronel ainda repassa orientações gerais para a população que quiser aproveitar o festival, como não dirigir sob efeito de álcool – haverá blitz pela cidade e rodovia – e evitar trazer objetos cortantes e garrafas de vidro durante os shows.

 

“A gente pede que se a pessoa for levar alguma bebida, como é da cultura de quem vem pra cá por causa do clima, e quiser beber algum vinho ou destilado, por exemplo, a orientação é de que traga um recipiente de plástico, para colaborar com a segurança publica”, adverte.

 

Além disso, o comandante do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, João Paulo Nunes, assegura que homens do Corpo de Bombeiros, assim como viaturas e ambulâncias, estarão à disposição do público. O alvará e estrutura de palco também já foram devidamente checados pelos bombeiros.

 

“O Corpo de Bombeiros sempre vem fazendo o atendimento operacional no festival de inverno. Neste ano não vai ser diferente, então pra essa reunião temos dois focos principais que é o da diretoria de segurança de incêndio e pânico, que trouxemos nosso setor responsável, para verificar a questão de estrutura e de palco”, garante.

 

Sobre o palco, a prefeita informa que houve uma reforma, para garantir uma melhor experiência para o público. “Embora tenha demorado um pouco pra decidir o festival, isso não vai atrapalhar o andamento, e as parcerias estão bastante adiantadas. Os preparativos estão sendo todos realizados”, comenta Thelma.

 

Ela pontua também a importância do evento no município, que incentiva a economia e turismo na Chapada dos Guimarães. “Movimenta economicamente o município, as pousadas e restaurantes todos. Então todo mundo, toda a cidade acaba se envolvendo no processo. E os turistas também”.

 

Dia 30 (sexta-feira)

 

Denner e Douglas
As Marianas
Di Paullo e Paulino
Sérgio Reis e Renato Texeira
Jonathan e Adam

 

Dia 31 (sábado)

 

Samba a Bossa e as Novas
Sambaxé
Zeca Pagodinho
Sedusamba

Galeria de fotos

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Sobre o aumento de 600% no número de casos de dengue no Brasil é mais correto dizer que:

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 17/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,60 -0,92%

Algodão R$ 91,31 -0,35%

Boi a Vista R$ 131,63 0,01%

Soja Disponível R$ 66,40 -0,52%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.