Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 07/08/2020

Cidades - A | + A

criar e crer 28.06.2020 | 09h06

Sem emprego, farmacêutica se reinventa para superar crise

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

Com a crise causada pela pandemia da covid-19 que atinge o mundo inteiro, muitas pessoas perderam o emprego ou tiveram a renda reduzida. Para driblar essa situação, profissionais apostaram em outras frentes de atuação e tiveram que se reinventar para conseguir recolocação no mercado e recuperar o salário. A farmacêutica Jackeline Barbosa, 32, é um exemplo. Ela precisou reavaliar a carreira e buscar alternativas para ganhar dinheiro quando se viu sem trabalho.


Leia também -MT terá picos da covid até 2021

 

A profissional contou ao que saiu do emprego em um estabelecimento comercial no fim do ano passado e aproveitou a oportunidade para realizar alguns objetivos que demandavam tempo. Ela curtiu a família e depois passou meses viajando ao exterior.


Ela estava muito tranquila na época, tudo corria como o planejado e tinha algumas propostas de emprego para quando voltasse. Quando retornou, em março, as ofertas de trabalho já não estavam mais disponíveis. Naquele mês, a pandemia começava a se espalhar pelo Brasil e alguns comércios estavam fechados, sofrendo com a crise imposta pelo isolamento e desemprego.


“Logo que cheguei eu e meu namorado estávamos com covid. A gente ficou isolado até passar os sintomas e eu não tinha mais emprego”, relata.


Jackeline conta que em um primeiro momento ficou desesperada com a incerteza da carreira e a falta de renda. Mas decidiu focar em buscar alternativas, ter pensamentos positivos e ir à luta, em vez de se lamentar.


“Eu costume ler muito PNL e acredito que as vezes a gente não está pronto para aproveitar a oportunidade que bate à nossa porta. Comecei a pensar em como inovar e para quais oportunidades eu estava pronta”, relata.


Nesse período, ela passou por uma consultoria com a mentora financeira Camila Rossi e chegaram à algumas possibilidades de trabalho. Com o novo projeto, Jackeline não iria trabalha em uma farmácia, mas prestar serviço para várias como consultora.


Jackeline é especialista em cosmetologia e manipulação e passou a desenvolver fórmulas para clientes, ela já tinha muitos contados e atendia às demandas. Também passou a prestar consultoria a estabelecimentos que a buscassem para sanar algum problema específico ou mesmo otimizar o trabalho no local.


“Era algo diferente, mas me ajudava muito. Não fiquei parada apesar de não ter um emprego fixo”, relata.


Com mais tempo, ela também teve a possibilidade de tirar alguns projetos do papel. Entre eles o desenvolvimento de sua própria linha de cosméticos com óleos essenciais. Os primeiros testes foram desenvolvidos e distribuídos entre conhecidos. Os produtos ainda não estão disponíveis no mercado. Além disso, Jackeline foi convidada para ser co-autora e um livro, em Cuiabá, e está trabalhando na escrita dos textos voltados para óleos essenciais.


“Eu não me deixei ficar abalada por causa da situação. Meu salário não era o mesmo de quando eu trabalhava contratada, mas também não fiquei parada. Gosto muito da frase que diz assim: na crise a gente cria e a gente crê. Fui nesse foco, de criar e acreditar que Deus iria me ajudar de alguma forma. Não parei”, pontua.


A fé e a iniciativa da farmacêutica deram resultados. Como teve contato com muitas pessoas durante as consultorias e desempenhou seu trabalho com primor, uma das farmácias para a qual prestou serviços a contratou. Alegaram que havia muito serviço a ser feito no local e que só a consultoria não seria o suficiente e decidiram a contratar de forma permanente.
“Me sinto feliz por, em meio a pandemia, ser contratada ao invés de ser despedida”.


Jackeline conta que com o trabalho integral sobrou pouco tempo para se dedicar aos demais projetos, mas eles não foram esquecidos. Assim que concluir o livro, eles serão retomados.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Valdemir Benedito Barbosa - 28/06/2020

Essa é a minha Filha 002, tenho orgulho de você por ser essa pessoa batalhadora e por estar buscando a sua realização pessoal e profissional. Parabéns.

1 comentários

1 de 1

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 17,65 -1,94%

Algodão R$ 95,74 -0,06%

Boi a Vista R$ 131,80 -0,08%

Soja Disponível R$ 69,20 -0,72%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.