Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 20/10/2020

Cidades - A | + A

Verde Novo 28.09.2020 | 09h10

Voluntários ajudam na criação de pomar no Residencial Paiaguás

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

O céu encoberto pela fumaça das queimadas, termômetro marcando quase 40 graus e a umidade relativa do ar baixa marcaram o retorno das atividades com voluntários no plantio de mudas do Projeto Verde Novo, sábado (26), em Cuiabá. A participação de voluntários estava suspensa desde março, com o início da pandemia do coronavírus.

A servidora federal Sandra Bacani estava com os filhos, Otho, 6 anos, e Gregório, 4, apaixonada por árvores frutíferas fez questão de colocar a mão na massa, ou melhor os pés na terra, para plantar uma muda de Grumixama. “Nasci e cresci em uma fazenda comendo frutas do mato, quando me mudei para Cuiabá não tinha mais isso”, conta. “Tive uma chácara na região da Guia, já plantei mais de 150 mudas. Agora estou com um sítio na região de Poconé, lá já vai para mais de 300 árvores plantadas”, comemora.

 

Leia também - Cuiabá terá chuva nesta segunda e máxima chega a 43°C

Com todos os cuidados necessários para se evitar aglomeração, cerca de 100 mudas de árvores frutíferas e nativas do cerrado foram distribuídas aos moradores da região do bairro Residencial Paiaguás, próximo ao Detran-MT. Ao lado de um empreendimento da construtora Vangard, em uma área de 20 metros de largura que já foi faixa de servidão (terreno que acompanha o percurso de uma linha de transmissão de energia) e hoje, com a retirada dessa linha, se tornou um espaço público, recebeu o plantio de 35 árvores frutíferas e nativas do cerrado.

Morador do condomínio, o estudante Victor Silveira, viu a movimentação e desceu, aproveitou para plantar uma muda de Graviola com ajuda das técnicas do projeto, finalizou regando a muda. “Sou cuiabano e sou acostumado com o calor, mas de uns tempos para cá está muito pior. Acho que com as árvores a tendência é amenizar”, pondera.

“Vamos aproveitar o espaço e construir um pomar, com árvores que ofereçam sombras, entre as árvores serão instalados bancos, a sombra deixará o local agradável para os moradores da região”, explica a engenheira florestal do Instituto Ação Verde, membro do projeto Verde Novo, Rosiani Caraíba. “Estamos muito felizes com o retorno das atividades, principalmente nessa época do ano, que todos estão sentindo na pele a necessidade de arborização urbana. Faltam árvores nas calçadas, nos quintais das casas, para garantir sombras, melhorar o clima e promover saúde para a população”, completa.

A engenheira florestal lembra que se os cuidados necessários forem tomados, o pomar começará a dar frutos em cinco anos.

O assessor do Juizado Volante Ambiental de Cuiabá (Juvam), Sérgio Savioli Resende, cita que assim que o Judiciário permitiu atividades, o projeto promoveu distribuição de mudas e implementou inclusive a modalidade drive-thru, sem a necessidade da pessoa descer do carro para receber a muda doada. “Temos um plano de arborização anual, em 2020 nossa meta é plantar 75 mil mudas. Mas por conta da pandemia, dificilmente será cumprida. Porém, focamos na distribuição das mudas e até o mês de agosto já distribuímos 81 mil mudas, e até o final de setembro chegaremos a 93 mil mudas distribuídas”, conta.

Sérgio Savioli Resende reforça que o Verde Novo é um projeto do Judiciário, realizado por meio do Juvam e parceiros como a Prefeitura de Cuiabá, o Instituto Ação Verde e o Grupo Petrópolis, responsável pela doação das mudas de árvores nativas e frutíferas, a Energisa e a própria Vanguard em momentos pontuais. “O projeto é completo, com equipe técnica formada por engenheiro civil que pode analisar os obstáculos de fiação, e florestal, que informa qual espécie é a mais adequada para o local que receberá o plantio”, explica.

“O Projeto planta para dar o exemplo, distribuiu mudas para dar oportunidade das pessoas realizarem o plantio e realiza palestras para gerar conhecimento. Plantar uma árvore não é só para ornamentar. Ela colabora com a redução do calor, melhora a umidade relativa do ar e traz mais qualidade de vida”, justifica.

O gerente regional da Vanguard, Márcio Ferreira, conta que no ano passado realizou uma ação em parceria com o Verde Novo de muito sucesso. Mais de 200 pessoas participaram do plantio no Posto Bom Clima. “Desta vez, por conta das recomendações de não aglomeração, reduzimos a participação de voluntários e dividimos em três turnos o plantio. Porém não atrapalhou em nada nosso objetivo, que é propagar a mensagem de ocupar os espaços públicos, cuidar do meio ambiente, e deixar um local melhor para os moradores do condomínio e a vizinhança”, comenta.

Verde Novo - O projeto é desenvolvido pelo Poder Judiciário de Mato Grosso, por meio do Juvam, em Parceria com a Prefeitura de Cuiabá, Instituto Ação Verde e o Grupo Petrópolis, responsável pela doação das mudas de árvores nativas e frutíferas como jabuticaba, goiaba, pitanga, acerola, bacupari, jenipapo, pitomba, jacarandá, e ipê (branco, roxo e rosa).

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 20/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,10 0,48%

Algodão R$ 95,87 0,03%

Boi a Vista R$ 136,03 0,07%

Soja Disponível R$ 60,00 -2,91%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.