Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 04/06/2020

Economia - A | + A

regularização 05.07.2019 | 10h27

Empresas excluídas em 2018 podem retornar ao Simples Nacional

Facebook Print google plus

Divulgação/Sebrae

Divulgação/Sebrae

Empresas excluídas do Simples Nacional, por débito, em janeiro de 2018, poderão retornar ao regime, desde que tenham aderido ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional (PertSN). A autorização consta da Lei Complementar nº 168/2019, promulgada em 03 de junho de 2019 pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. O prazo para opção retroativa termina no dia 15 de julho.

 

A Lei Complementar nº 168 de 2019, foi publicada depois de o Congresso Nacional derrubar o veto do ex-presidente Michel Temer. O texto da Lei prevê que os microempreendedores individuais, as microempresas e as empresas de pequeno porte excluídos, do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Simples Nacional), que fizerem parte do PertSN, poderão, de forma extraordinária, fazer nova opção pelo regime tributário, com efeitos retroativos a 1º de janeiro de 2018, desde que não incorram, nas restrições previstas na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

 

Leia também - MT irá movimentar R$ 78,8 bilhões com consumo em 2019

 

“A volta ao Simples Nacional traz uma série de benefícios. O mais relevante é a redução da carga tributária que em alguns casos podem chegar a 40%. Outra vantagem é a arrecadação em alíquota única realizada em regime de caixa, ou seja, à medida que realiza os recebimentos das vendas, isto simplifica o recolhimento e a contabilidade é realizada de maneira mais simples. Além disso as empresas enquadradas como ME e EPP tem preferência no desempate de licitação”, destacou a analista da gerência de Empreendedorismo do Sebrae em Mato Grosso, Liliane Ramos.

 

O requerimento de retorno deve ser feito até o dia 15 de julho perante a Receita Federal de acordo com o formulário. O requerimento deve ser assinado pelo empresário ou seu representante legal e acompanhado dos documentos de constituição da empresa e alterações.

 
 
Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você concorda com a reabertura de shoppings, bares e restaurantes em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 04/06/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,20 -0,45%

Algodão R$ 115,18 1,08%

Boi a Vista R$ 140,00 1,08%

Soja Disponível R$ 71,00 0,14%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.