Publicidade

Cuiabá, Sábado 15/08/2020

Economia - A | + A

oportunidade 26.07.2020 | 14h25

Número de imóveis à venda em leilões cresce até 80% na pandemia

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Toda crise gera oportunidades. E quem tem dinheiro no bolso neste momento de pandemia – com a Selic mais baixa da história e um mercado financeiro de alta volatilidade – pode se valer desse privilégio da liquidez e ficar atento ao festival de leilão de imóveis programados para os próximos dias.

 

O impacto da crise econômica causada pela covid-19 (e alta inadimplência enfrentada por mais de 60% da população ativa) fez crescer o número de propriedades retomadas pelos bancos. 

 

Mais de 150 imóveis em 17 estados estão sendo leiloados por três instituições no site Sold Leilões. As ofertas, com lances iniciais que variam entre R$ 12,5 mil e R$ 4,1 milhões, podem ser realizadas até o dia 28 de julho.

 

Só nesse site, o número de lojas, salas comerciais, casas, apartamento e terrenos recuperados e colocados à venda pelas instituições financeiras cresceu 84%, entre março (início da quarentena) e junho. 

 

Em paralelo, descontos no valor dos imóveis, somados às facilidades típicas desse negócio (maior parcelamento e taxas reduzidas) fizeram crescer o número de arremates em 46%, em comparação com o mesmo período do ano passado.

 
 

Há opções de casas, apartamentos, vagas de garagem e terrenos nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Sergipe, Paraná, Pernambuco, Amazonas, Maranhão e Pará.

 

O banco Santander é a instituição com o maior número de unidades leiloadas, com descontos de até 68%. O banco oferece facilidades no pagamento, como parcelamento em até 420 meses e débitos de condomínio e IPTU quitados até a data do leilão, que termina no dia 28 de julho.

 

Em São Paulo, no município de Oswaldo Cruz, uma casa com dois quartos, uma vaga na garagem e 168 metros quadrados de área total recebe lances a partir de R$ 124,4 mil, valor 42% abaixo da avaliação. No bairro Chácara São João, um apartamento com duas vagas na garagem e 146 metros quadrados de área total pode ser arrematado a partir de R$ 258 mil.

 

Entre as oportunidades do banco na Bahia está uma casa em Salvador, com dois quartos com suítes, no valor de R$ 93,3 mil. Na capital mineira, uma casa com 2 dormitórios e 380 metros quadrados de área total está disponível com valor 58% abaixo da avaliação, com lance inicial de R$ 409,5 mil.

 

Pela Sold, o banco Inter completa a lista de instituições financeiras com propriedades leiloadas e disponibiliza lotes até 28 de julho. Entre os imóveis há um apartamento de 81 metros quadrados, no bairro de Santo Amaro, em São Paulo, no valor de R$ 255 mil.

 

Todas as unidades estão disponíveis no site da Sold e os imóveis desocupados podem ser visitados mediante o agendamento pelo e-mail imoveis.sac@sold.com.br.

 
Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 14/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 17,20 -0,86%

Algodão R$ 92,32 0,24%

Boi a Vista R$ 135,79 0,11%

Soja Disponível R$ 64,70 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.