Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 21/10/2020

Economia - A | + A

média de melhora 17.09.2020 | 15h01

Setor de materiais de construção nota alta nas vendas dos últimos três meses

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

A percepção dos varejistas de materiais de construção é de alta nas vendas de junho, julho e agosto. Um total de 54% destes empresários brasileiros que afirmam ter notado a média de melhora em relação aos três meses imediatamente anteriores. O porcentual foi o mesmo indicado na pesquisa referente a maio, junho e julho.

 

O número nacional, porém, esconde a oscilação regional de faturamento. A percepção de crescimento nas vendas no Sudeste passou de 52% para 46%. No Norte, ela foi de 64% para 53% e no Centro Oeste, de 62% para 57%.

 

No sentido oposto, a percepção de crescimento nas vendas nos últimos três meses no Nordeste passou de 57% para 69% e no Sul, de 50% para 57%.

 

Leia também - Bolsa Família começa a receber nova parcela do auxílio de R$ 300

 

Os dados são do Termômetro Anamaco, pesquisa da Associação Nacional de Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), em parceria com a Fundação Getulio Vargas.

 

No entanto, quando questionados sobre as vendas do mês passado ante julho, os varejistas se mostraram menos otimistas. A parcela de assinalações de crescimento caiu de 56% para 42% entre julho e agosto, enquanto as indicações de queda passaram de 9% para 20%.

 

O recuo no porcentual de assinalações de crescimento no último mês atingiu todas as regiões do País. Esse indicador passou de 48% para 32% no Sudeste, de 63% para 44% no Sul, de 72% para 46% no Norte, de 63% para 60% no Nordeste e de 63% para 49% no Centro Oeste.

 

‘Em todas as regiões, as assinalações de crescimento ainda predominam, apesar da alta na percepção de que as vendas ficaram estáveis entre julho e agosto. Mas o recuo da percepção de crescimento é digno de atenção‘, diz a pesquisa.

 

As expectativas para vendas nos próximos três meses teve 46% de perspectiva de alta. Ainda assim, houve um recuo frente aos resultados do mês anterior, quando a expectativa de crescimento foi assinalada por 48% dos entrevistados. ‘Tintas são destaque para os pequenos varejistas em agosto. A típica sazonalidade de vendas de tintas, que apresenta picos nos meses que antecedem as festas de final de ano, já pode ser observada nos estabelecimentos menores‘, afirma o documento.

 

Já as expectativas dos varejistas de materiais de construção quanto às medidas do governo para os próximos 12 meses também oscilaram em agosto. O otimismo quanto a essas ações passou de 64% em julho para 60% em agosto.

 

Os pessimistas passaram de 15% para 16%, enquanto os indiferentes foram de 20% para 24% no mesmo período. ‘Todas essas variações, apesar de mínimas e de manterem níveis elevados de otimismo, foram consistentes, indicando um pouco menos de entusiasmo com as futuras ações do governo‘, considera o levantamento.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 21/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.