Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 13/08/2020

Esporte - A | + A

crise 09.06.2020 | 08h53

Corinthians deve três meses de salário e jogadores podem estar de saída do clube

Facebook Print google plus

Corinthians

Corinthians

Empresários de jogadores do Corinthians esperaram até esta segunda-feira.

 

Afinal, o dia de pagamento no Parque São Jorge é no dia 5.

 

Leia também - Neymar teria dito a companheiros do Paris Saint German que quer retornar a Espanha

 

Só que a sexta-feira passou, veio o sábado, o domingo.

 

E terminou o horário bancário desta segunda-feira, dia 8.

 

O salário dos atletas não foi pago.

 

Mas não foi o primeiro a atrasar no Corinthians.

 

Nem o segundo.

 

O clube está sem pagar seus jogadores há três meses.

 

O artigo 31 da Lei Pelé, que rege a relação entre os atletas profissionais de futebol e os clubes, não poderia ser mais claro.

 

Com três meses de inadimplência, o jogador pode ir à justiça exigir o fim do vínculo.

 

Ou seja, o Corinthians pode perder seus atletas.

 

A situação é constrangedora.

 

Só não é pior porque o presidente Andrés Sanchez, que confirmou ser verdadeira a informação, avisou que os atletas concordaram em esperar até sexta-feira.

 

É quando o clube espera chegar os R$ 120 milhões da venda de Pedrinho ao Benfica.

 

O Corinthians está nas manchetes dos portais.

 

A pressão chegou na diretoria.

 

Conselheiros da oposição já fazem divulgam a dívida com os atletas nos seus grupos de whatsapp.

 

O diretor de futebol e candidato da situação, Duilio Monteiro Alves, fica mais uma vez exposto.


Assim como o treinador Tiago Nunes, que já teve seu salário diminuído em 70% por conta da pandemia.

 

O balanço de 2019 foi cruel.

 

Mostrou que o Corinthians chegou a R$ 665 milhões em dívidas.

 

Com déficit de R$ 177 milhões.

 

A situação é complicadíssima.

 

Mesmo assim, o clube está fechando a contratação de Jô.

 

Mas não quer passar pela mesma situação do Atlético Mineiro.

 

Ou seja, anunciar chegada de atleta devendo para o elenco.

 

Com a pandemia, sócios e sócios-torcedores deixaram de pagar o clube.

 

Assim como a Globo não pagou a última parcela do Paulista.

 

E nem bancou a primeira do Brasileiro.

 

Apesar de ter a chance legal, nenhum atleta abandonará o Corinthians.

 

A garantia é da assessoria de imprensa.

 

Mas quem quiser ficar livre, tem todo esse direito.

 

Pelo jeito, os atletas esperarão até sexta-feira.

 

O anúncio de três meses de atraso é constrangedor.

 

Ainda mais depois de a diretori cortar 25% dos salários de todo o time, ainda por conta do coronavírus.

 

Andrés só repete a todo instante, aos conselheiros mais próximos.

 

"Não está fácil". 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 13/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 25,45 2,41%

Algodão R$ 89,64 -0,46%

Boi a Vista R$ 133,37 -0,85%

Soja Disponível R$ 57,00 -2,56%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.