Publicidade

Cuiabá, Domingo 22/09/2019

Judiciário - A | + A

CONDENADO A 18 ANOS 26.06.2019 | 17h11

Assassino de juíza deixa prisão e tem 7 dias para arrumar emprego

Facebook Print google plus

PJC/MT

PJC/MT

O juiz Geraldo Fidélis, da Vara de Execuções Penais de Cuiabá, determinou que o enfermeiro Evanderly de Oliveira Lima use tornozeleira eletrônica durante cumprimento de pena no regime semiaberto. Ele foi condenado a 18 anos de prisão por ter matado a juíza Glauciane Chaves de Melo, no fórum de Alto Taquari (479 km ao Norte de Cuiabá).

Leia também -Município se prepara para julgamento de enfermeiro

 

Em junho de 2013, o enfermeiro entrou no fórum onde a ex-esposa trabalhava e a matou com dois tiros na cabeça. Ele foi preso dias depois, em uma região de mata, na área rural da cidade. O réu disse que matou porque não aceitava o fim da relação.

 

Na decisão do dia 25 de junho, o juiz concedeu a progressão de regime ao preso, que estava recolhido no Centro de Ressocialização do Capão Grande, em Várzea Grande.

 

Conforme a determinação, além de ser monitorado, o reeducando irá se recolher a sua casa entre 22h e 6h. Não poderá sair da cidade e só irá a cultos religiosos e cursos perante autorização. Não frequentar bares e boates, não consumir bebidas alcoólicas, não se envolver em delitos nem portar arma.

 

Ele tem 7 dias para sair de casa e procurar emprego e 23 dias para buscar trabalho via telefone. E deve comprovar atividades todo mês.

 

Caso descumpra alguma das medidas, voltará para o regime fechado.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Mauricio - 27/06/2019

Pena para homicídio/feminicídio - 50 anos (com as três agravantes - motivo torpe, meio cruel e sem possibilitar a defesa da vítima) em regime fechado sem direito à progressão. Pena para homicídio/feminicídio com duas agravantes: 40 anos em regime fechado sem direito à progressão. Pena para homicídio/feminicídio com uma agravante: 35 anos em regime fechado sem direito à progressão. Pena para homicídio/feminicídio sem agravantes: 30 anos em regime fechado sem direito à progressão. Vamos ver ser esses assassinos continuarão a matar despreocupadamente como acontece hoje, confiando na impunidade ou na punibilidade amena. Legítima defesa: sem punição, obviamente.

1 comentários

1 de 1

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Para você, o que é uma família?

Parcial

Edição digital

Domingo, 22/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,60 0,49%

Algodão R$ 92,63 0,24%

Boi a Vista R$ 138,50 -1,07%

Soja Disponível R$ 66,90 1,21%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.