Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 26/11/2020

Judiciário - A | + A

PODE NÃO RESPONDER 06.10.2020 | 14h57

Desembargador dá 10 dias para prefeito explicar acusação contra delegado

Facebook Print google plus

OTMAR DE OLIVEIRA

OTMAR DE OLIVEIRA

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso determinou o prazo de dez dias para o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), se explicar, caso o queira fazer, a respeito de uma fala feita contra o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Demerval, em relação a um suposto uso da máquina pública contra a gestão municipal.

 

A determinação foi feita ainda no mês de março deste ano. Contudo, em virtude da pandemia do novo coronavírus, a certificação da decisão ficou suspensa e somente na última quinta-feira (02) foi encaminhada para publicação no Diário de Justiça Eletrônico.

 

Leia também - Emanuel condiciona participação em debates à proibição de ataques

 

O pedido de resposta foi demandado pelo próprio delegado, que cobrou respostas do prefeito de forma oficial por conta do posicionamento do chefe do Executivo municipal contra a autoridade policial no que diz respeito à investigação sobre uma suposta compra de votos por parte dos vereadores.

 

O caso se refere ao episódio no qual Pinheiro denunciou o governador Mauro Mendes (DEM) por perseguição política mediada pelo uso da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), em 2019.

 

À época, o prefeito apontou que os delegados Anderson Veiga e Lindomar Toffoli teriam sido coagidos por Demerval a acelerarem a investigação sobre a compra de votos dos vereadores.

 

Conforme a decisão, determinada pelo desembargador Gilberto Giraldelli, o prefeito tem quatro caminhos de manifestação: atender ao pedido do delegado; abster-se até que o prazo vença; comunicar à Justiça que não tem o que responder e, por fim, prestar as declarações por intermédio de procurador.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você concorda com o retorno das aulas presenciais em fevereiro ou acha melhor esperar a vacina?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 26/11/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 62,00 -1,59%

Algodão R$ 123,62 1,02%

Boi à vista R$ 254,10 -1,15%

Soja Disponível R$ 159,00 -2,90%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.