Publicidade

Cuiabá, Sábado 28/03/2020

Judiciário - A | + A

matou CRIANÇAS 03.01.2020 | 09h27

Motorista paga fiança de R$ 103 mil e deixa prisão após 2 dias

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Patrick Villas Boas de Souza, 23, pagou fiança de R$ 103 mil e deixou a prisão na noite de quinta-feira (02). A medida cautelar foi imposta pelo desembargador Marcio Vidal, plantonista do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). O rapaz á acusado de atropelar e matar duas crianças na avenida dos Trabalhadores, em Cuiabá.

 

Leia também -'Nos reunimos no velório de dois anjos', desabafa tia de crianças mortas em acidente

 

O acidente aconteceu na terça-feira (31) e a mãe das crianças, Cleide Santos, 48, que também foi atingida, está internada. Ela estava no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), mas foi transferida para uma unidade particular.

 

A tia das crianças, Maria Aparecia, disse que as despesas de internação estão sendo pagas pela família do motorista, que também arcou com a conta do velório de Bruno dos Santos, 10, e Brenda, 2, que morreram no local.

 

O condutor foi preso em flagrante e passou por audiência de custódia na quarta-feira (1), na qual o juiz plantonista manteve a prisão e o encaminhou para o presídio.

 

Na decisão, o magistrado pontuou que o rapaz não tem antecedentes criminais, trabalha, tem residência fixa e prestou socorro às vítimas. Ponderou, também, que a comoção popular causado pela morte de duas crianças não é motivo para mantê-lo em cárcere.

 

“Em que pese à conduta perpetrada pelo paciente, uma grave tragédia, decorrente de um acidente automobilístico, que vitimou uma mulher e duas crianças, essas últimas, fatalmente, os crimes imputados, inicialmente, são culposos e não admitem a decretação da prisão preventiva”, diz trecho da decisão.

 

Além da fiança de R$ 103 mil, correspondente a 100 salários mínimos, ele não pode sair de Cuiabá, suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e comparecimento mensal ao juízo.

 

O caso
As 3 vítimas foram atropeladas na tarde do dia 31. Mãe e filhos atravessavam a rua quando foram colhidos pela caminhonete. As câmeras de segurança da rua registraram o momento do acidente. Era uma subida e a visão estava prejudicada tanto para o motorista, quando para os pedestres.

O veículo seguia pela pista no meio, quando a família atravessou. O condutor ainda tentou frear e desviar para a esquerda, a fim de dar tempo para que os pedestres recuassem, mas não houve tempo.

A batida foi tão forte, que as crianças foram arremessadas para o ar e caíram há vários metros do local da pancada. O menino morreu no local e a menina a caminho do hospital. A mãe permanece internada. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran).

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Em relação às medidas adotadas pelas autoridades contra o coronavírus, você considera que:

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 27/03/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,80 0,46%

Algodão R$ 90,35 -0,31%

Boi a Vista R$ 135,70 0,00%

Soja Disponível R$ 64,90 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.