Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 29/05/2020

Judiciário - A | + A

dano ao Meio Ambiente 07.04.2020 | 16h19

MP abre inquérito contra Louvada por jogar esgoto em canal comum; empresa nega

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu inquérito contra a cervejaria Louvada para apurar se a empresa tem jogado esgoto industrial na rede feita para receber os dejetos das casa na região do Imperial, em Cuiabá. A denúncia de que isso estaria acontecendo partiu dos moradores do Residencial Claudio Marchetti, vizinho da cervejaria. A empresa nega irregularidade e disse que vai provar que esgoto está de acordo com a legislação.

 

Segundo a portaria do MPE que instaurou a investigação, foi constatada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (SMOP) que é verídica a denúncia dos moradores, que o esgoto da empresa está mesmo sendo jogado junto com o esgoto residencial, então a SMOP determinou que fosse feita mudanças e que o esgoto passou por tratamento antes de ser jogado na rede. 

 

Leia também - STF livra Estado de pagar dívida com União por 180 dias

 

Também foi informado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente que a empresa tem licença para operar desde 2019 e que a licença foi aprovada pela prefeitura mediante toda documentação necessária para sua instalação. 

 

Entretanto, a promotora Ana Luíza Barbosa da Cunha pediu uma nova vistoria do prório MPE para comprovar se há ou não irregularidades. Para isso, instaurou inquérito. 

 

Outro lado 

Em nota a cervejaria nega que tenha irregularidade em sua fábrica e destaca que é uma normativa padrão do MPE. 

 

Em relação à Portaria nº 008/2020, exarada pela 17ª Promotoria de Justiça Cível de Defesa da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural da Capital, a Cervejaria Louvada vem a público esclarecer que se trata de uma normativa padrão, a fim de que sejam confirmadas as informações passadas anteriormente pela empresa.

 

A Cervejaria Louvada assegura, que todo o processo é realizado de acordo com as exigências sanitárias e ambientais dos órgãos competentes. O que certamente será ratificado nesta nova averiguação determinada pelo Ministério Público. A empresa aproveita para ressaltar que está à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos necessários.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A constante troca de ministros pelo presidente Jair Bolsonaro compromete a sua gestão?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 29/05/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,25 1,05%

Algodão R$ 92,51 -0,08%

Boi a Vista R$ 131,00 0,00%

Soja Disponível R$ 69,70 -0,29%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.