Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 24/11/2020

Judiciário - A | + A

Deu em A Gazeta 27.10.2020 | 07h34

MP quer Ledur condenada e fora do Corpo de Bombeiros

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Ministério Público requer condenação da tenente do Corpo de Bombeiros Izadora Ledur pelo crime de tortura contra o aluno Rodrigo Claro. Documento assinado no último dia 23 pelo promotor Paulo Henrique Amaral Motta propõe que a oficial seja condenada à perda do posto e da patente de oficial, além de exclusão das fileiras da corporação. Claro morreu no dia 15 de novembro de 2016, após um treinamento na Lagoa Trevisan. A tenente, que coordenava o curso, é apontada como autora de “caldos” e sessões de afogamentos que resultaram na morte do aluno.

 

O pedido foi protocolado nas alegações finais do processo contra a ré. Segundo o promotor, está comprovada tanto a materialidade quanto a autoria do delito de tortura qualificada pelo resultado morte. O promotor enfatizou que, mesmo que a conclusão pericial tenha apontado que a causa do óbito tenha sido hemorragia cerebral decorrente de causa natural, o intenso sofrimento físico e mental retratado nos “caldos” levaram a vítima ao seu extremo e ocasionaram seu falecimento.

 

O promotor salienta que restou incontroversa a configuração do delito de tortura a partir dos depoimentos. Segundo ele, foi possível verificar que a denunciada, mediante o emprego de violência, dolosamente submeteu a vítima Rodrigo, que estava sob a sua guarda e autoridade, a intenso sofrimento físico e mental, como forma de lhe aplicar castigo pessoal. “Rodrigo foi submetido a intenso sofrimento físico e mental, o qual lhe custou a vida, tendo em vista o estado de penúria, padecimento e martirização a que fora exposto desde o início da instrução”, complementa o promotor.

 

O julgamento do caso acontece, por designação do juiz Marcos Faleiros, da 11ª Vara Criminal Especializada da Justiça Militar de Cuiabá, no dia 27 de janeiro de 2021.

 

Leia mais notícias na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Ramildo Gomes de Lima - 27/10/2020

> Deus é pai; Já vai tarde... E tem mais, essa pessoa teria que devolver ao herário todos os proventos que recebeu desde seu afastamento e/ou desligamento da corporação!

1 comentários

1 de 1

Enquete

Você concorda com o retorno das aulas presenciais em fevereiro ou acha melhor esperar a vacina?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 24/11/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 63,00 -0,79%

Algodão R$ 122,38 0,18%

Boi à vista R$ 257,07 -1,89%

Soja Disponível R$ 163,75 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.