Publicidade

Cuiabá, Domingo 26/01/2020

Judiciário - A | + A

documento de 2012 24.10.2019 | 17h25

Recursos desviados do Cepromat eram oriundos da Seduc

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa e Pablo Rodrigo

redacao@gazetadigital.com.br

Divulgação

Divulgação

Os recursos desviados no esquema de corrupção envolvendo o Centro de Processamento de Dados do Estado (Cepromat), atual Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), eram da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

 

Leia também - Defesa de acusados de desvios trabalham em pedidos de liberdade

 

A informação consta no Termo de Cooperação entre a Seduc e a autarquia em 2012. No documento, ficou firmado que seriam destinados R$ 17,910 milhões do orçamento da Educação para que a Cepromat. 

 

O recurso foi disponibilizado para a contratação de "empresa especializada no fornecimento de licença de uso de softwares educacionais, incluindo a customização, mídias de instalação, capacitação aos professores, manutenção e acompanhamento técnico pedagógico para utilização nas escolas do estado de Mato Grosso", diz trecho do documento. 

 

De acordo com o documento, era responsabilidade da Cepromat fazer o orçamento com a empresa contratada e encaminhar para a Seduc disponibilizar o recurso. Ainda, a secretaria deveria designar um servidor para atuar como fiscal e acompanhar a execução dos serviços. 

 

A Cepromat, por outro lado, deveria designar um servidor para a função de gestor do instrumento firmado com a secretaria. 

 

De acordo com as investigações da Polícia Civil de Mato Grosso, o empresário Valdir Piran é o líder da organização criminosa que desviou mais de R$ 10 milhões 

 

Além de Piran, foram presos o ex-vereador e ex-deputado Wilson Teixeira, o Dentinho, além de Djalma Souza Soares, o ex-secretário adjunto da Secretaria de Estado de Educação, Francisvaldo Pereira de Assunção, e Weydson Soares Fonteles.    

 

O nome da operação remete ao quadro e giz que ainda funcionam nas escolas, já que as lousas digitais eram falsas, bem como à situação (quadro) estrutural crítica que a educação básica se encontra em razão dos prejuízos causados pelos desvios.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

Enquete

80% dos brasileiros pechincham antes de comprar, segundo pesquisa

Parcial

Edição digital

Domingo, 26/01/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,90 1,46%

Algodão R$ 92,99 -0,15%

Boi a Vista R$ 130,78 0,00%

Soja Disponível R$ 66,90 -0,59%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.