Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 21/10/2019

Judiciário - A | + A

documento apócrifo 09.10.2019 | 17h05

Riva afirma que não assinou acordo de delação com o MPE

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

O ex-deputado José Riva afirma que o documento contendo suposta delação premiada é apócrifa. Pontua que não tem nenhum acordo firmado com o Ministério Público Estadual (MPE) e que tem adotado postura colaborativa há anos.

 

Leia também -Riva imputa crimes a dois únicos conselheiros titulares do TCE

 

Desde a semana passada, um documento citando se tratar da proposta de acordo da delação premiada começou a circular. Nele, cita atos de corrupção à época em que esteve à frente da Assembleia Legislativa (AL). As informações são atribuídas à delação que o ex-parlamentar teria firmado com o MPE.

 

Riva foi deputado em Mato Grosso entre 1995 e 2015. Ele afirmou que desde que entrou no Parlamento estadual havia atos de corrupção, inclusive os esquemas dentro do Legislativo contavam com a participação do bicheiro João Arcanjo Ribeiro. Os desvios na Assembleia são investigados desde a Operação Arca de Noé, deflagrada em 2012.

 

Por meio de nota, Riva afirma que está tomando medidas necessárias para descobrir quem divulgou tal documento.
“Tem plena convicção que os sobreditos documentos não foram fornecidos pelo MP/MT, até porque o ex-deputado, como já dito, jamais os assinou”, afirma na nota.

 

Confira nota

O ex-Deputado Estadual José Geraldo Riva, tendo em vista as matérias recentemente publicadas na mídia, envolvendo o seu nome em suposta Delação Premiada, celebrada com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, vem esclarecer que:

1) Os documentos apócrifos que têm circulado perante os meios de comunicação, intitulado como sendo “proposta de colaboração premiada” jamais foram subscritos pelo ex-Deputado;

 

2) Os referidos documentos jamais foram protocolizados junto ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso;
3) Tem colaborado já há algum tempo com as investigações promovidas pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, porém não firmou, até a presente data, nenhum acordo de delação premiada com o MP/MT;

 

3) Tem plena convicção que os sobreditos documentos não foram fornecidos pelo MP/MT, até porque o ex-Deputado, como já dito, jamais os assinou;

 

4) Está adotando as medidas jurídicas necessárias para identificar os autores e responsabilizá-los pela distribuição dos malsinados documentos.

 

Cuiabá/MT, 09 de outubro de 2019

Ex-Deputado José Geraldo Riva

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a educação domiciliar?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 21/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,50 -0,84%

Algodão R$ 96,19 0,16%

Boi a Vista R$ 127,63 -0,97%

Soja Disponível R$ 64,90 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.