Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 15/10/2019

Judiciário - A | + A

DANO DE R$ 78 MIL 16.08.2019 | 13h09

Romoaldo recorre de condenação e quer auditoria em escola

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

O deputado Romoaldo (MDB) Júnior afirmou que irá recorrer da decisão que condenou a devolver R$ 78 mil por suposto desvio em refeitório escolar. Ele ressalta que investiu muito mais que esse valor na obra.

 

Leia também - Deputado condenado perde direitos políticos por 3 anos

 

A sentença é da juíza Janaína Rebucci Dezanetti, da 3º Vara Cível de Alta Floresta, e foi proferida essa semana. Ela também determina a perda dos direitos políticos por 3 anos.

 

“Vamos recorrer da ação e solicitar uma auditoria na escola para comprovar, inclusive, que gastamos mais que o valor do refeitório que foi construído posteriormente”, garante o deputado.

 

Conforme comunicado divulgado pelo deputado, o que fez foi construir quatro escolas no município, todos com recursos próprios, permanecem funcionamento plenamente. Além da escola citada, Benjamin de Pádua, ele informa que em sua gestão foram construídas as escolas - Sônia Faleiros, Vicente Francisco e Furlani da Riva.

 

No caso específico do Benjamin de Pádua, onde Romoaldo está sendo julgado por não ter entregado a obra do refeitório escolar, ele explica que à época o colégio era de madeira e se encontrava quase caindo, em situação precária, oferendo riscos aos estudantes, professores e demais frequentadores.

 

“Preocupados com a situação, nós o transformamos numa obra moderna, segura - para isso – usamos o orçamento do refeitório da escola, fizemos diversas alterações em seu piso, telhado e estrutura geral”, afirma.

 

De acordo com a ação, o valor foi direcionado para o refeitório, mas a obra não foi realizada naquele ano e tampouco durante a gestão de Romoaldo, sendo concluída apenas em 2006 por outro prefeito.

 

O parlamentar também responde por mais 9 processos de improbidade administrativa, além de ter sido alvo da Operação Ventríloquo, em um esquema que desviou mais de R$ 9 milhões na Assembleia Legislativa. (Com informações da assessoria)

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Ter um diploma leva a uma maior remuneração?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 15/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,85 0,00%

Algodão R$ 94,10 0,57%

Boi a Vista R$ 133,55 -0,56%

Soja Disponível R$ 67,60 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.