Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 21/10/2019

Mande seu Whats - A | + A

Terrenos baldios 06.08.2019 | 07h09

Descarte irregular de lixo e entulho causam transtornos a moradores no Jardim Vitória

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

Há anos os moradores da rua Projetada, no bairro Jardim Vitória – que dá acesso ao bairro Imperatriz –, em Cuiabá, sofrem com o mau cheiro e proliferação de pragas como ratos e insetos, entre eles escorpiões e mosquitos, devido ao descarte irregular de lixo em terrenos baldios e nas margens da via.

 

Leia também - Para pagar jazigo do filho, artista plástico sorteia 5 quadros

 

O servidor público Gedielson Pereira mora em uma chácara que fica em frente a um dos locais preferidos pela vizinhança para o despejo de lixo, e até de animais mortos. Ele relata que, após diversas divergências e enfrentamentos com essas pessoas, resolveu instalar câmeras de segurança no intuito de inibir a ação, fazer denúncias e chamar a atenção das autoridades para o problema. 

 

Reprodução

Descarte irregular de lixo Jardim Vitória

 

Com isso, Gedielson coleciona diversos flagrantes de desrespeito às leis, ao meio ambiente e às pessoas. “Por diversas vezes discuti, briguei, mas estava ficando perigoso todo esse enfrentamento”, conta ele, destacando que além dos transtornos com a situação, foi preciso gastar dinheiro para instalar os equipamentos. 

 

Mesmo com as câmeras, as pessoas continuaram descartando o lixo. Ele informa que vai gente de carro, de moto e também a pé jogar detritos no local, de dia e de noite. "É muito ruim ter isso aqui perto. Enche de mosquito, escorpiões e tem até rato”, comenta o servidor público, que se preocupa com a saúde dos moradores e de sua família, já que tem dois filhos pequenos, de 10 e 6 anos. 

 

Um morador que prefere não se identificar afirma que outro problema é sobre a desvalorização dos imóveis da região. Ele aponta que alguns proprietários dos terrenos realizam a limpeza, mas a prática continua e em pouco tempo o acúmulo de lixo e entulho volta. 

 

Reprodução

Descarte irregular de lixo Jardim Vitória

 

“Em duas áreas foi a efetuada a limpeza recentemente. Em uma delas, o dono arrumou a cerca – já que as pessoas cortam e depredam as cercas e muros para jogar o lixo. Mas o conserto não resiste por muito tempo”. 

 

Sanções

De acordo com a prefeitura de Cuiabá, em relação ao descarte irregular de lixo, a administração municipal atua na eliminação de bolsões de lixo espalhados pela cidade.  

 

Com esse trabalho, o município conseguiu, nos último 3 anos, uma drástica redução desse transtorno, saindo de cerca de 300 áreas identificadas para cerca de 50, nos últimos dois anos.

 

 

Para evitar que o cidadão descarte materiais de forma ilegal, a prefeitura oferece também dois Ecopontos. Um deles está situado na própria Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e o outro no bairro CPA III, ao lado da Lagoa Encantada.

 

Ainda como trabalho preventivo, o executivo desenvolve o programa Cata-treco. A solicitação deve ser feita pelo telefone (65) 3645-5518 ou pelo whatsApp (65) 9 9243-6502.

 

Sobre os procedimentos quanto à preservação e limpeza de imóveis vagos, a prefeitura informou que foi instituído na Capital, no mês de abril, o programa Cidade Limpa.  

 

O trabalho funciona por meio de denúncia à Secretaria Municipal de Ordem Pública, que é responsável pela identificação e autuação do dono do lote. 

 

O proprietário que não providenciar a limpeza do imóvel, a partir da notificação, também está sujeito ao pagamento de multa, conforme tabela definida pela Lei Complementar nº 323/2013. 

 

A multa para quem deixar de manter limpeza e conservação do lote vago é R$ 593,94 - valor atualizado 2019. 

 

O cidadão que deseja comunicar uma situação que requer a atividade fiscalizatória conta com o Disque-Denúncia, que funciona de segunda à sexta, em horário comercial pelo telefone (65) 3616-9614

 

Esta matéria foi produzida através de sugestão de um internauta. Você também pode participar, enviando o pedido ao WhatsApp do Gazeta Digital. Para enviar sugestões, fotos e vídeos o número é (65) 9 9987-2065. Ou no in box do Facebook.  

Vídeo

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a educação domiciliar?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 21/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,20 -3,20%

Algodão R$ 92,20 -0,51%

Boi a Vista R$ 135,00 0,00%

Soja Disponível R$ 71,40 -0,28%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.